Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Trabalho, casamento, educação… como fazer as escolhas certas?

web3-woman-home-window-cosy-morsa-images-getty-images

Morsa Images/Getty Images

Marzena Devoud - publicado em 06/10/22

Se algumas decisões são fáceis de tomar, outras requerem um profundo discernimento. Aqui estão algumas chaves e conselhos dos grandes santos sobre como fazer as escolhas certas

Procuro outro trabalho ou não? Faça aquele curso ou não? Caso ou não? Como fazer a escolha certa? Como discernir bem? Além de tudo, este termo “discernimento” – com os seus muitos significados – pode ser um pouco assustador… Então, como podemos encontrar o nosso caminho e assim unir-nos à vontade de Deus?

O dicionário indica que discernir é tomar consciência da natureza ou do valor de algo, separar o verdadeiro do falso, ponderar todos os elementos disponíveis, a fim de poder fazer um julgamento sobre a escolha. O discernimento está portanto ligado à decisão.

“Isso é precisamente o que é muito difícil para mim”, disse Clara, 34 anos, a Aleteia. A gerente de produtos de uma empresa de cosméticos e mãe de duas crianças pequenas admite: “Estou sempre indecisa. Seja na situação comum de demorar pra escolher algo na TV e quando você viu já chegou a hora de dormir. Ou nas situações mais graves, como mudar de cidade e trabalho… Há sempre a mesma pergunta que me vem: e se eu estiver a cometer um grande erro ao dizer “sim”?

Decidir não é o mesmo que decidir por Deus

No fluxo de pensamentos que atravessam a mente e que colidem quando confrontados com uma escolha importante, como no caso de Clara, como se pode discernir corretamente? E também, como se pode ter a certeza de que, uma vez tomada uma decisão, esta está de acordo com a vontade de Deus? Para cada cristão, o discernimento é fundamentalmente espiritual, como S. Francisco de Sales e S. Inácio de Loyola.

O discernimento tende para o que é bom: entre duas coisas, duas soluções que podem ser ambas boas, e a pessoa que acredita em Deus procura perceber a Sua vontade. “Procura e encontra Deus em todas as coisas”: este conselho de Santo Inácio de Loyola ensina-nos a estar preparados para decifrar uma indicação Dele, para compreender e fazer boas escolhas. Na vida quotidiana, mas também em tempos de mudança radical, seja na vida social, emocional ou profissional.

O Papa Francisco, que lançou um novo ciclo de catequeses sobre o discernimento a 31 de Agosto de 2022 na audiência geral de 7 de Setembro, convidou os cristãos a estarem particularmente atentos “a coisas inesperadas”.

“Deus trabalha através de eventos não programáveis por acaso”, “o Senhor se deixa encontrar nas situações inesperadas, até desagradáveis”. O discernimento é a ajuda para reconhecer os sinais com que o Senhor se deixa encontrar nas situações inesperadas.

O trabalho de inteligência e fé consiste, portanto, em voltar dos sinais à realidade revelada pelos sinais. Desta forma, a Criação refere-se ao Criador. A Imitação de Jesus Cristo afirma que não há criatura, por pequena que seja ou humilde, que não revele a bondade de Deus. Portanto, os sinais deste amor estão em todos os lados. Só precisamos de saber como discerni-los. Isso significa ouvir o seu coração e a sua mente, pedir conselhos a outros e veja ao Espírito Santo.

Veja agora 5 passos para um bom discernimento:

HUSBAND,WIFE,HUG

Estas são as fases de discernimento. O Padre Pascal Ide, autor do livro Comment discerner (ed. de l’Emmanuel) dá algumas chaves para aprender a exercer esta capacidade da mente para julgar as coisas de forma clara e sólida.

  1. Ouça o teu coração: o que tem dentro? Que desejos mas também que medos existem?
  2. Ouça a lei que declara o universal e que declara o bom.
  3. Exercite a sua inteligência. Santo Inácio de Loyola, na origem dos famosos exercícios espirituais, disse que “a primeira maneira de tomar uma decisão boa e saudável é não usar nada mais do que o raciocínio piedoso e fiel da própria inteligência”. Neste terceiro passo, pode ser interessante colocar os “prós” e “contras” numa folha de papel.
  4. Aceite os conselhos de outros, mas nunca deixe a decisão por conta dos outros.
  5. Deixe que o Espírito Santo te guie.
Tags:
AmorCasamentoEducaçãoTrabalhoVocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia