Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: João Paulo II e Bento XVI, guardiões do Concílio Vaticano II

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
jean-paul-II-benoit-XVI-montage.jpg

Rogelio A. Galaviz C./Flickr CC by NC 2.0 I AFP I Montage Aleteia

Jean Paul II et Benoît XVI

I.Media para Aleteia - publicado em 07/10/22

O seu resumo das principais notícias do dia. Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2022

  1. João Paulo II e Bento XVI, guardiães do Concílio Vaticano II
  2. A ascensão do Cardeal Grech
  3. Um cardeal que se opõe à transferência da embaixada britânica para Jerusalém
  4. O apelo da Igreja para a situação desesperada em Tigray
  5. Papa no Bahrein: um “sinal” para o Islã Xiita

1João Paulo II e Bento XVI, guardiães do Concílio Vaticano II

Quando convocou o Concílio Vaticano II, João XXIII queria “reavivar a fé cristocêntrica da Igreja a fim de converter o mundo moderno”, diz o teólogo americano George Weigel, que na altura era um estudante. O objetivo, explica ele, era dar à Igreja uma linguagem que o mundo pudesse ouvir. Mas a aplicação do Concílio tem sido frequentemente substituída por uma interpretação fora dos textos, “o espírito do Conselho”, assinala ele. Por exemplo, ele acredita que em matéria de liturgia, a constituição apostólica Sacrosanctum Concilium tem sido muito mal lida e considera que é por isso que os papas têm tentado corrigir as más interpretações que surgiram após o Concílio. Mas, lamenta, o motu proprio de Francisco Traditionis custodes “tornou as coisas piores em vez de melhores”. Olhando para o diálogo da Igreja com o mundo, George Weigel critica a emergência de uma “Igreja do despertar” que nega as verdades da antropologia bíblica. Deplorando a “crise eclesiástica” que atingiu a Igreja na Alemanha, George Weigel explica que o Concílio não dá uma “chave de autoridade” para moldar a sua aplicação, mas que foram João Paulo II e Bento XVI que se encarregaram de fornecer tais chaves. E o principal, assegura, teria sido entregue no Sínodo dos Bispos de 1985, quando a Igreja foi definida como uma “comunhão de discípulos em missão”. A Igreja que hoje segue estes ensinamentos, garante-nos George Weigel, é a Igreja que prospera, em contraste com as quimeras das interpretações “light” do Concílio Vaticano II.

NCRinglês


2A ascensão do Cardeal Grech

O Cardeal Mario Grech, 65 anos, é uma estrela em ascensão no Vaticano; explica o jornal americano The Pillar. Antigo bispo da pequena diocese de Gozo, Malta, o jovem prelado foi colocado à frente do Sínodo dos Bispos em 2019 pelo Papa Francisco. Promovido a cardeal um ano mais tarde, Mario Grech tornou-se uma figura central no Vaticano quando o pontífice argentino decidiu lançar o seu vasto Sínodo sobre a sinodalidade. O processo de dois anos, que supõe-se irá tornar a Igreja mais receptiva ao Povo de Deus, “será provavelmente recordado como a pedra angular do legado do Papa Francisco”, diz o autor do artigo. Assim, alguns em Roma começam a ver o Cardeal Grech como um herdeiro natural do papa argentino, aquele que, se for realizado um conclave, “estará melhor equipado para levar a cabo grande parte da visão do papa para o futuro”. The Pillar conta a história de como a Secretaria do Sínodo se tornou o motor do aparelho do Vaticano numa questão de meses. “Funcionários de vários departamentos do Vaticano disseram ao The Pillar que [o secretariado] funciona agora como um novo tipo de ‘primeiro dicastério’. Outro funcionário da Cúria confidenciou que “o Cardeal Grech está no meio de tudo. Em suma, o maltês é o cardeal que encarna esta nova era sinodal na Igreja Católica. Mas o artigo conclui com uma ligeira qualificação: se esta Igreja sinodal se tornar sinónimo de uma crise eclesial permanente, a sua estatura poderá sofrer.

The Pillar, inglês


3E TAMBÉM NA IMPRENSA INTERNACIONAL…

Um cardeal que se opõe à transferência da embaixada britânica para Jerusalém

Numa carta ao Primeiro Ministro britânico, o Cardeal Nichols, Arcebispo de Westminster, manifesta a sua preocupação com o plano de transferir a embaixada do Reino Unido em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. 

Vatican News, francês

O apelo da Igreja para a situação desesperada em Tigray

A Igreja Católica na Etiópia está a pedir o fim dos combates que continuam a devastar a região norte de Tigray. Estima-se que 9 milhões de pessoas na região estão em risco de fome.

Focus On Africa, italiano

Papa no Bahrein: um “sinal” para o Islã Xiita

O Bispo Hinder, Vigário Apostólico do Norte da Arábia, acredita que a viagem do Papa Francisco ao Bahrein no início de Setembro é uma estratégia positiva para se chegar às diferentes correntes da fé muçulmana. A maioria do povo do pequeno reino é xiita, mas são os sunitas que o governam.

AsiaNews, italiano

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
Bento XVIJoao Paulo IIResenha de Imprensa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia