Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Nicarágua: Autoridades continuam repressão da comunidade cristã

NICARAGUA

@relisdelacruz

Reportagem local - publicado em 09/10/22 - atualizado em 05/10/22

Mais de 50 dias após prisão do Bispo de Matagalpa: o que você acha dessa situação?

D. Rolando Álvarez, bispo de Matagalpa cumpriu no sábado, 8 de Outubro, 50 dias da detenção, numa altura em que, segundo o jornal La Prensa, publicado na Nicarágua, tem havido um “agravamento” do seu estado de saúde, nomeadamente ao nível cardíaco.

A prisão do prelado, ocorrida na madrugada de 19 de Agosto, foi um dos momentos mais marcantes, nos últimos tempos, da repressão das autoridades sobre a comunidade cristã nicaraguense, mas não o único.

Antes de o Bispo ter sido colocado em prisão domiciliária, o governo de Daniel Ortega expulsava o núncio apostólico, Waldemar Stanislaw Sommertag, forçava a saída do país das Missionárias da Caridade, a congregação fundada pela Santa Madre Teresa de Calcutá, assim como de outros religiosos e sacerdotes, e provocava também o encerramento do canal de televisão da Conferência Episcopal e de outras seis estações de rádio católicas.

O caso mais recente de atropelo à liberdade religiosa ocorreu no dia 19 de Setembro, com as autoridades a impedirem, “por razões de segurança pública”, a procissão a São Miguel Arcanjo, na cidade de Masaya.

Situação preocupante

Sinal de que esta situação é preocupante, dias antes de a procissão ser proibida, o Parlamento Europeu fazia aprovar, a 15 de Setembro, e por larguíssima maioria [538 votos a favor e apenas 16 contra], uma resolução exigindo “a libertação imediata” de D. Rolando e dos demais presos por perseguição religiosa. Também o Papa Francisco já manifestou a sua preocupação e dor perante a situação que a Nicarágua está a viver.

Além do Bispo de Matagalpa, há, actualmente, seis padres detidos no país. E em menos de quatro anos, a Igreja Católica já sofreu mais de 190 ataques e actos de profanação.

Como a Fundação AIS já denunciou publicamente, para além das acções repressivas contra membros do clero e a proibição, por exemplo, de procissões, há registo de ouros incidentes como a interrupção de celebrações religiosas, a intimidação de fiéis por destacamentos policiais nas imediações das igrejas, e a ameaça a proprietários de meios de transporte se estes colaborarem no transporte de fiéis em actividades religiosas.

“A Nicarágua continua a ser agitada pela crise que se iniciou há mais de quatro anos”, explicava recentemente Regina Lynch, directora de projectos internacionais da AIS. “A situação neste país da América Central é crítica, com grande polarização e confrontos. Acreditamos que a oração é mais importante do que nunca neste momento”, dizia esta responsável da Fundação AIS que tem acompanhado com especial preocupação todos estes acontecimentos.

A Fundação AIS tem uma grande proximidade não só com a Igreja nicaraguense como também com o Bispo de Matagalpa, agora detido. Prova disso, durante a sua última visita à sede internacional da AIS, em 2019, o Bispo Alvarez, fez questão de referir o trabalho conjunto que se vem realizando há vários anos com o apoio da fundação pontifícia e de agradecer a ajuda dos benfeitores da instituição espalhados pelos quatro cantos do mundo.

“Somos todos como a pobre viúva, tanto aqueles que têm muito em termos económicos como aqueles que têm muito pouco. O segredo é, como disse Santa Teresa de Calcutá, ‘dar até doer’. E, por isso, digo aos benfeitores da Fundação AIS, por favor, continuem sem medo, como têm vindo a fazer, a dar até doer, dando daquilo que precisam para viver, porque desta forma estão a dar vida aos outros”, disse o bispo durante a sua visita à sede internacional da AIS.

(Com AIS)

Tags:
PerseguiçãoViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia