Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Médico brasileiro diz que se recuperou de caso grave de Covid por intercessão de Santa Teresinha

cristina-UNE.jpg

Cristina Boeira

Claudio e Cristina Boeira

Mathilde de Robien - publicado em 10/10/22

"Sou médica intensivista há 27 anos e nunca vi outro paciente sobreviver com 100% de dano pulmonar", afirma a esposa

Por mais de um século, muitos brasileiros têm se mostrado grandes devotos de Santa Teresinha do Menino Jesus. O Brasil, inclusive, é chamado de “filial” de Lisieux por causa dos esforços bem-sucedidos do Pe. Henri Rubillon para promover a espiritualidade relacionada à santa no país.

Até o dia 15 de dezembro de 2022, por exemplo, as relíquias de Santa Teresinha viajam pela terceira vez pelo Brasil, nutrindo, assim, a forte devoção da população (clique aqui e veja por onde as relíquias vão passar). 

Estamos falando de uma santa que é muito querida aos corações do casal Cláudio e Cristina Boeira. Eles se tornaram ainda mais devotos recentemente, quando Cláudio foi curado de um caso gravíssimo de Covid através da intercessão de Santa Teresinha.

Cláudio, 59, e Cristina, 53, são médicos de uma unidade de terapia intensiva na cidade de Santa Maria, RS. Eles compartilham uma profunda devoção à Santa Teresinha há mais de 25 anos e já fizeram duas peregrinações a Lisieux. 

Quando Cláudio pegou Covid-19, em 31 de janeiro de 2021, eles naturalmente se voltaram à santa, pedindo a graça da cura. Uma estatueta de Santa Teresinha acompanhou Cláudio durante sua internação. Cristina, por sua vez, iniciou uma novena à carmelita. No silêncio de seu coração, pedia firmemente pela recuperação do marido.

A pequena imagem de Santa Teresinha que acompanhou Cláudio no hospital

Por causa da doença, os pulmões de Cláudio foram gravemente afetados. Em 27 de fevereiro, os médicos informaram Cristina sobre a gravidade do caso. Naquele momento, ela pediu a seus amigos e familiares, via internet e redes sociais, que rezassem pela recuperação do marido. Resultado: uma enorme corrente de oração foi formada em todo o mundo.

Chuva de rosas brancas

“No dia 2 de março, no início da tarde, eu terminava a novena, ainda sentada, em oração, quando o interfone tocou. Era o entregador de flores, com duas rosas brancas enviadas por colegas do meu marido”, conta a mulher. 

“Era o sinal que eu precisava para ter certeza de sua recuperação, apesar da extrema gravidade de sua condição”, diz Cristina, referindo-se ao simbolismo da rosa na espiritualidade teresiana.

Na manhã seguinte, ela recebeu mais seis rosas brancas de um grupo de amigos. A médica ficou ainda mais surpresa porque não havia contado a ninguém que estava rezando para Santa Teresinha.

As rosas brancas que Cristina recebeu: sinais de Santa Teresinha

Em 29 de março, após 56 dias em terapia intensiva, Cláudio recebeu alta. Ele estava acordado e lúcido novamente, mas só conseguia mover a cabeça e as mãos. Após nove meses de convalescença, voltou ao trabalho, sem sequelas.

“Para nós, não resta dúvida da intercessão de Santa Teresinha. Sou médica intensivista há 27 anos e nunca vi outro paciente sobreviver com 100% de dano pulmonar, principalmente sem sequelas ”, diz Cristina.

Tags:
CovidCuraDevoçãosanta teresinha
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia