Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Estátua hiper-realista de Jesus, inspirada no Santo Sudário, impacta fiéis na Espanha

Estátua hiper-realista de Jesus na Espanha

Diócesis Salamanca MCS (@diocesissalamanca) | Facebook

Francisco Vêneto - publicado em 17/10/22

Detalhes chocam alguns, mas representam com alto grau de aproximação o que Jesus sofreu na Paixão

Uma estátua hiper-realista de Jesus, inspirada no Santo Sudário, está impactando fiéis e visitantes laicos na Espanha.

Desde a semana passada e até dezembro, a catedral da célebre cidade universitária de Salamanca expõe aos visitantes a primeira escultura hiper-realista do corpo de Jesus Cristo, elaborada com base nas informações científicas proporcionadas pelos estudos com o Santo Sudário de Turim.

A imagem de 75 quilos e 1,78 metro, feita em látex e silicone, representa as condições do corpo de Jesus após a sua Paixão e Morte: recoberto de chagas profundas pela tortura sofrida, de pés curvados e mãos atadas, com as costas elevadas, os ombros lacerados pelo peso da cruz, o nariz quebrado, o olho direito inchado, a parte posterior da cabeça dilacerada pela coroa de espinhos e com uma pequena trança que lhe prende o cabelo.

Devido ao alto grau de realismo proposto pelos autores, o corpo é representado totalmente nu e é possível ver nele os poros da pele, sardas e cílios. O cabelo utilizado também é humano.

A mostra inclui uma explicação das torturas infligidas a Jesus, como a flagelação e a própria crucifixão.

Impacto profundo

O impacto provocado por uma representação de tal natureza é, compreensivelmente, bastante intenso.

Dom José Luis Retama, bispo de Salamanca, foi um dos primeiros a verem a escultura no local da exposição: ele declara ter ficado “minutos em silêncio”, observando a imagem e meditando sobre o quanto Jesus sofreu.

Para ele, o hiper-realismo da obra, que pode chocar alguns, “será uma ajuda para ver o Mistério, uma reivindicação ao Mistério”.

Responsável pela exposição, Álvaro Blanco conta ter dedicado mais de 15 anos aos estudos do Santo Sudário e de outras pesquisas científicas sobre o corpo de Jesus Cristo e afirma que, diante do resultado final, sentiu-se “diante da imagem do corpo de Jesus de Nazaré”.

Clique no artigo logo abaixo e veja as imagens impactantes da escultura.

Tags:
ArteJesusPaixãoSudário
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia