Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 07 Dezembro |
Bem-aventurado Janos Scheffler
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: Mais uma sessão do Sínodo para encorajar a participação

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
US-VATICAN-RELIGION-POPE

MARK WILSON / POOL / AFP

Bishops listen to Pope Francis speak during the midday prayer service at the Cathedral of St. Matthew on September 23, 2015 in Washington, DC. The Pope began his first trip to the United States at the White House followed by a visit to St. Matthew's Cathedral, and will then hold a Mass on the grounds of the Basilica of the National Shrine of the Immaculate Conception. AFP PHOTO/POOL/MARK WILSON

I.Media para Aleteia - publicado em 17/10/22

Um resumo das principais notícias do dia. Confira:

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2022

  1. Um sínodo em duas sessões para encorajar a participação
  2. Uma leiga “representante do vigário geral” na Alemanha
  3. O catolicismo na Ásia pensa no seu futuro
  4. Para Francisco, não há guerras justas
  5. O Patriarca Kirill critica o Ocidente

1Um sínodo em duas sessões para encorajar a participação

O diretor do Vatican News explica o anúncio surpresa do Papa Francisco no Angelus de domingo para prolongar o Sínodo sobre a Sinodalidade por um ano, com uma segunda etapa a ter lugar em Roma em Outubro de 2024, um ano após a sessão de Outubro de 2023. “O sonho é transformar a vida ordinária da Igreja através da participação e envolvimento de todos, renovar o seu rosto e tornar as comunidades cristãs cada vez mais fiéis ao Evangelho e, portanto, cada vez mais missionárias”, escreve Andrea Tornielli. Após as fases diocesana, nacional e continental, é “necessário não desperdiçar esta grande oportunidade evitando a aplicação de velhos padrões e velhas agendas”, tanto tradicionalistas como progressistas, que “acabam por se concentrar em questões únicas, para batalhas ideológicas e auto-referenciais”.

Este processo sinodal marca uma continuidade com o Vaticano II, mas não é isento de riscos. “Perguntemo-nos se, na Igreja, partimos de Deus, do seu olhar amoroso sobre nós. Há sempre a tentação de começar por si próprio e não por Deus, de colocar as nossas agendas à frente do Evangelho, de nos deixarmos levar pelos ventos da mundanização para seguir as modas dos tempos, ou de recusar o tempo que a Providência nos dá, para voltar atrás”, advertiu o Papa Francisco na sua homilia de 11 de Outubro do ano passado, durante a Missa celebrada por ocasião do 60º aniversário do início do Concílio Vaticano II. “A chave para compreender o Sínodo é também partir do olhar amoroso de Deus e da alegria que advém de se sentir amado, acolhido e acompanhado por Ele. A Igreja existe para proclamar o Evangelho: as suas estruturas, sempre sujeitas a reforma, existem apenas para este fim”, insiste Andrea Tornielli.

O processo, que começou em 2021 para as Igrejas locais, levou nada menos que 112 das 114 conferências episcopais a realizar um discernimento sobre o que resultou da escuta do povo de Deus. Isto é apenas um ponto de partida, sob o sinal de esperança”, diz o vaticanista italiano.

Vatican News, italiano


2Uma leiga “representante do vigário geral” na Alemanha

Uma mulher leiga que serve como “representante do vigário geral” numa diocese alemã disse que o Vaticano não reagiu à sua nomeação seis meses depois de ter assumido o cargo, relata o órgão de comunicação social norte-americano The Pillar. Quando Stephanie Reith foi nomeada para o cargo em Abril, a diocese de Mainz explicou que o seu bispo, Peter Kohlgraf, tinha publicado um decreto no jornal oficial estabelecendo a base legal para o novo cargo. A diocese disse que, como representante do vigário geral, Stephanie Reith seria “capaz de representá-lo em todos os assuntos internos e externos” e “desempenhar independentemente as tarefas do vigário geral no seu lugar”, sem naturalmente exercer as funções sacramentais ou litúrgicas que são reservadas aos clérigos.

De acordo com o Código de Direito Canónico, os bispos devem nomear um vigário geral para os assistir no governo da sua diocese. Devem ser sacerdotes, com mais de 30 anos, e especialistas em direito canónico ou teologia. O website da diocese salienta, contudo, que embora exista “uma espécie de dupla liderança” constituída pelo vigário geral, Padre Udo Markus Bentz, e pelo seu representante, “nada é retirado do cargo de vigário geral”. Numa entrevista com a agência noticiosa católica alemã KNA, Stephanie Reith disse não estar surpreendida com a falta de reação de Roma ao novo acordo. “Quero fazer pleno uso do quadro fornecido pela lei canónica, e desenvolvê-lo o melhor que puder”, disse ela, ao mesmo tempo que explicava que, ao trabalharem com o vigário geral, estão a mostrar que “a reforma é possível, dentro do sistema”.

A decisão da Diocese de Mainz parece estar de acordo com as ideias promovidas pelo caminho sinodal da Igreja alemã, que procura em particular incluir mais leigos no governo da Igreja. A diocese alemã não é a primeira a tentar esta abordagem, contudo, como o bispo suíço de Lausanne, Genebra e Friburgo anunciou no ano passado que nomearia leigos para substituir os vigários episcopais na sua diocese.

The Pillar, inglês


3E TAMBÉM NA IMPRENSA INTERNACIONAL…

O catolicismo na Ásia pensa no seu futuro

Os bispos asiáticos refletem sobre o futuro da Igreja neste complexo continente, uma vez que a Federação das Conferências Episcopais Asiáticas celebra o seu 50º aniversário em Bancoc, Tailândia.

Crux, inglês

Para Francisco, não há guerras justas

O Papa Francisco pronunciou-se de novo contra a ideia de uma guerra justa num livro a ser publicado em Itália na terça-feira.

Katholisch.de, alemão

O Patriarca Kirill critica o Ocidente

O Patriarca de Moscou pôs a civilização russa contra a civilização ocidental, diz um artigo da agência russa Interfax.

Interfax, inglês

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
DoutrinaResenha de ImprensaSínodo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia