Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Consternação após revelações de abusos por parte do Bispo Santier

Michel Santier

FRANCOIS GUILLOT / AFP

Mgr Michel Santier lors de l'inauguration de la cathédrale de Créteil, le 20 septembre 2015.

Mathilde de Robien - publicado em 21/10/22 - atualizado em 19/10/22

As revelações de abusos cometidos há 30 anos sobre dois jovens adultos por D. Michel Santier provocaram numerosas reações no seio da Igreja. Veja:

Uma onda de choque abalou novamente a Igreja esta semana, após a publicação pela Famille Chrétienne de uma investigação que revelou que o Bispo Michel Santier, bispo de Luçon e depois de Créteil entre 2001 e 2021, tinha cometido “abuso espiritual para fins sexuais” nos anos 90 em dois homens adultos. Os fatos foram revelados em 2019. As duas vítimas desejavam permanecer anônimas e não queriam apresentar uma queixa. O Bispo Michel Santier renunciou em 2020, dois anos antes da idade da reforma, citando problemas de saúde, mas sem mencionar o caso. Foi disciplinado por Roma em Outubro de 2021.

Os eventos tiveram lugar na diocese de Coutances, onde Michel Santier foi incardinado, então diretor de uma escola de formação em oração para jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos. O padre “exerceu um domínio psico-espiritual e usou a sua influência sobre dois jovens para fins sexuais”, explica Famille Chrétienne, especificando que os atos foram cometidos com uma “instrumentalização dos sacramentos, particularmente o da confissão”. Questionada pela AFP, uma fonte da diocese de Créteil mencionou atos de “voyeurismo” cometidos no contexto da orientação espiritual.

Reações dos bispos

Assim que a reportagem saiu, os bispos de Créteil, Coutances e Luçon reagiram imediatamente numa declaração. O Bispo Dominique Blanchet, de Créteil, “deseja assegurar àqueles que foram vítimas destes acontecimentos a sua particular compaixão” e “partilha também a dor e consternação de todos aqueles que se sentem feridos por estas revelações”. Numa entrevista a Famille Chrétienne, ele disse que “a Igreja está ao lado das vítimas. Quer servir a verdade e a justiça, e assim ser fiel à missão recebida de Cristo. Não pode haver exceções a esta exigência de verdade e justiça, qualquer que seja a posição dos envolvidos…”.

Em La Manche, onde Dom Santier era bem conhecido, nomeadamente como co-fundador da nova comunidade Réjouis-toi, Dom Laurent Le Boulc’h, atual bispo de Coutances, está “consciente de que esta notícia, que apareceu na imprensa, é um grande choque para muitas pessoas, uma vez que Dom Santier é uma figura tão importante na diocese”. Laurent Le Boulc’h, responsável pela aplicação das sanções impostas por Roma, explica que “pediu a D. Santier que deixasse Saint-Pair-sur-Mer para se juntar a uma comunidade de religiosas. O Bispo Santier leva aí uma vida de retiro e oração, e tem um ministério limitado.

Na diocese de Luçon, onde Dom Santier foi bispo de 2001 a 2007, Dom François Jacolin, o atual bispo, tem “um pensamento especial para todas as vítimas de sacerdotes, religiosos e leigos da diocese de Luçon, bem como para os seus familiares”. Falou de uma “dolorosa revelação”, enquanto recordava as palavras de Cristo: “quem pratica a verdade vem para a luz” (Jo 3, 21).

Tags:
Abusos SexuaisBisposPadres
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia