Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Antigo Testamento: lendas ou história real?

MOSES

Renata Sedmakova | Shutterstock

Prof. Felipe Aquino - publicado em 23/10/22

As fontes literárias dos povos vizinhos não mencionam o rei Davi; daí a questão: terá existido mesmo?

É discutida a historicidade de personagens e episódios do Antigo Testamento, visto que as escavações arqueológicas nem sempre confirmam os escritos.

Moisés

Embora tenha desempenhado papel importante no Egito do século XIII a. C., Moisés é totalmente desconhecido fora do mundo bíblico; donde a pergunta: por que nada se encontra a respeito dele nas inscrições e nos documentos do Egito? Terá realmente existido? – Para entender este silêncio, levem-se em conta dois fatores:

a) os faraós mandavam gravar as suas façanhas heroicas nas pedras de seus tempos: os administradores confeccionavam listas de receitas e despesas…, mas nos templos do Egito nunca se registravam desastres ou a tragédia das tropas impedidas de atravessar o Mar Vermelho…

b) para escrever, os egípcios usavam papiro, matéria que se deteriorava na umidade do país; eram bem conservados os rolos de papiros enterrados ou guardados em túmulos. Por conseguinte não causa surpresa o silêncio relativo a Moisés no documentário do Egito.

Davi

O rei Davi (1010-970) foi muito importante em sua época não somente por sua atuação em Israel, mas também por sua projeção fora do país. Não obstante, as fontes literárias dos povos vizinhos não o mencionam; daí a questão: terá existido mesmo?

Em resposta note-se que naquela época (por volta do ano 1.000 a. C.) os egípcios não se interessavam por assuntos de fora das suas fronteiras. Quanto à Assíria, estava ocupada em debelar as tribos aramaicas que se agitavam e tinham invadido a Babilônia, além de terem fundado o reino de Damasco. No tocante a Tiro, sabe-se que os seus reis foram amigos de Israel, mas também nos documentos de Tiro não há referência a Davi. Nem este fato causa estranheza, pois Tiro é cidade, ainda hoje existente, de cujo passado quase nada se sabe; não apresenta inscrição alguma de seus próprios reis. Por isto não causa espécie o silêncio sobre o rei Davi.

Recentemente foi descoberto em Tel Dan (fronteira setentrional de Israel) um fragmento de tábua de pedra portadora de inscrições em caracteres fenícios: registra a vitória de um rei cujo nome se perdeu pela fragmentação da pedra; poderia ser Razael de Damasco: venceu “um rei da Casa de Davi”. Estes dizeres dão testemunho de que, por volta de 849 a. C., havia uma dinastia fundada por um rei chamado Davi. Tem-se assim uma referência extra-bíblica ao rei Davi e à sua descendência.

É importante considerar ainda a armadura com que Davi se muniu para enfrentar o gigante Golias (1 Sm 17, 5-7). “Cobria a cabeça com um capacete de bronze; vestia uma couraça de escamas que pesava cinco mil siclos de bronze e trazia as pernas protegidas por peneiras de bronze e um escudo de bronze entre os ombros. A haste de sua lança era como uma travessa de tear e a ponta de sua lança pesava seiscentos siclos de ferro”.

No trecho acima aparece quatro vezes a palavra “bronze” e uma vez o vocábulo “ferro”. Este pormenor oferece valiosa pista para se definir a data do relato. Com efeito, se este tivesse sido redigido em época tardia, ou seja no século VII a. C., ou depois, a proporção dos metais seria estranha, pois então a armadura de um guerreiro seria de ferro; o bronze seria antiquado, ao passo que no século XI a. C, (época de Davi), o bronze era habitual e o ferro ainda era uma novidade reservada a casos especiais, como seria o da ponta de lança. Um escritor que redigisse um relato fictício sobre Davi 400 anos após a morte deste, não teria conhecimento de tais minúcias. Pergunta-se então: se o episódio da luta de Davi contra Golias é digno de crédito, por que não o seria a narrativa de outras façanhas do rei Davi?

Do livro do Gênesis até os livros dos Reis não há referência a moedas: está só ocorre nos livros posteriores ao exílio (587-538 a. C.); usava-se a palavra “siclo”, que significava anéis ou barras de ouro e prata, com os quais se fazia o comércio. Assim Abraão comprou o campo de Efron por 400 siclos de prata, a fim de lá enterrar sua esposa Sara; cf. Gn 23, 16; o ciclo era posto na balança ou pesado. Verdade é que em 1 Cr 29, 7 se diz que Davi pagou com moedas; isto se explica pelo fato de terem sido os livros das Crônicas escritos após o exílio. As primeiras moedas foram cunhadas e postas em circulação pelos persas no ano de 600 a. C., aproximadamente. Será lícito então concluir que o uso da palavra “siclo” é sinal de que os mencionados livros foram escritos em época remota, como relatos históricos e não como produtos de ficção literária.

O conjunto dos indícios catalogados fundamenta satisfatoriamente a tese de que a historiografia do Antigo Testamento é digna de crédito.

Dom Estevão Bettencourt, com base no artigo de Alan Millard: “La arqueologia y la fiabilidad de la Bíblia”, na revista ECCLESIA 2004-2, pp. 147-156.

(Com Cléofas)

Tags:
BíbliaHistóriaHistória da Igreja
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia