Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Como deve ser o nosso diálogo com Deus

Homem rezando

Shutterstock

Mário Scandiuzzi - publicado em 23/10/22

Muitas vezes temos a sensação de que Deus não nos ouve, mas ele ouve - e podemos provar!

Tem uma música que diz assim: 

“O telefone de Deus é a oração. 

O telefone de Deus é joelho no chão. 

Disque uma vez, duas ou três. 

Se não atender, se não atender, 

Disque outra vez!” 

E foi isso que Jesus nos ensinou quando disse que “é necessário orar sempre, sem jamais deixar de fazê-lo” (Lucas 18, 1).  

Muitas vezes temos a impressão que a oração é uma coisa mágica, ou seja, que vamos rezar e que Deus vai realizar aquilo que estamos pedindo. Não se trata disso, mas sim de transformar nossa vida. 

Deus é amor, e não muda nunca. Ele quer o nosso bem, a nossa salvação. Ele sabe tudo aquilo que precisamos, antes mesmo que façamos nossos pedidos. 

A oração e a vontade de Deus

Mas nem sempre a nossa vontade é a vontade de Deus. A oração não vai transformar Deus. A oração vai transformar nosso coração, para conformá-lo à vontade do Pai, para que possamos entender os planos que Ele tem para nós. 

A perseverança na oração vai nos fortalecer, nos dar sabedoria para entender aquilo que Deus quer para nós, nos mostrar os caminhos que devemos seguir para fazer a Sua Vontade. É como nós rezamos no Pai Nosso: “Seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no Céu”. 

Muitas vezes temos a sensação de que Deus não nos ouve. Mas Ele ouve. O que ocorre é que muitas vezes o que pedimos não é para nossa salvação, nosso bem. Esse tempo de espera, de “demora” é para que nosso coração seja transformado para que possamos ver nossa vida como Ele vê. 

“Pedi e se vos dará”

Devemos pedir a Deus aquilo que nos é necessário, afinal Jesus mesmo disse: “Pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto. Porque todo aquele que pede recebe. Quem busca, acha. A quem bate, abrir-se-á” (Mateus 7, 7-8). 

Mas também não podemos esquecer da oração de louvor, de agradecimento, de ação de graças. Desta forma estamos reconhecendo as bênçãos que Deus já derramou em nossa vida e preparando nosso coração para aceitar a Sua Vontade. 

Sigamos o que nos diz a música: se não atender, disque outra vez. 

Sejamos perseverantes na oração! 

Tags:
DeusEsperançaJesusOração
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia