Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Pensar na morte pode te fazer viver melhor

CMENTARZ

Pascal Deloche / Godong

Talita Rodrigues - publicado em 26/10/22

Somente uma análise sincera do nosso fim revela para nós o que verdadeiramente importa, o que fomos, o que somos e o que deveríamos ser

A dificuldade em falar sobre a morte é, na verdade, uma dificuldade com a vida. Muitos não vivem a dádiva que tem, apenas “sobrevivem”, prendem-se ao passado ou esperam para viver no futuro. 

Contudo, o envelhecimento, a doença, o sofrimento, as perdas, são inerentes à vida, embora você finja que não ou se esqueça disso. O homem esquece o tempo inteiro do seu fim. E esquece disso porque não guarda consigo o que é verdadeiro e essencial. Ou seja: perde-se na superficialidade.

O compromisso com a vida é algo de muita responsabilidade. Não pensar no fim faz a pessoa abrir mão da consciência. E eu sei que pensar na morte pode ser pesado e marcado por preconceitos. Falar sobre a morte, é na verdade, falar sobre a vida. Refletir sobre a morte é, na verdade, pensar em como viver bem. É viver na integridade. Somente uma análise sincera do nosso fim revela para nós o que verdadeiramente importa, o que fomos, o que somos e o que deveríamos ser. 

A ilusão do “para sempre”

A ilusão do “para sempre” tira a oportunidade de fazer melhor o hoje. Então, de tempos em tempos reflita sobre a finitude e perceba o que sairá dali. Com toda certeza você pensará melhor antes de entrar em “brigas desnecessárias” e nunca mais o sorriso de alguém será só um sorriso. Você se doará mais e se conectará mais. 

Muitas pessoas têm medo de refletir sobre a morte. É claro que ninguém quer morrer, é claro que todos nós lutamos pela sobrevivência, mas a morte é nossa única certeza e pode ser um balizador de nossas ações. Pensar na morte para viver bem é um grande sinal de maturidade.

É claro que ninguém quer morrer, é claro que todos nós lutamos pela sobrevivência, mas a morte é nossa única certeza e pode ser um balizador de nossas ações. Pensar na morte para viver bem é um grande sinal de maturidade.

Para ter acesso a mais conteúdos como este, clique aqui e siga a psicóloga Talita Rodrigues no Instagram

Tags:
futuroMortevida eterna
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia