Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O bispo que perdeu três irmãos por suicídio

Dom John Dolan, bispo que perdeu três irmãos por suicídio

Diocese of Phoenix | Facebook

Francisco Vêneto - publicado em 27/10/22

Dom John Dolan faz "súplica urgente por ministério de saúde mental"

O bispo da diocese norte-americana de Phoenix já perdeu três irmãos por suicídio – e, neste cenário trágico, ele faz uma “súplica urgente por um ministério de saúde mental”.

Neste último dia 19, dom John P. Dolan perdeu a irmã caçula, Mary Elizabeth Dolan. Segundo um comunicado da diocese, “Mary sofria de um transtorno mental depressivo desde os tempos de faculdade e foi encontrada morta em 16 de outubro por suicídio”.

A própria diocese confirmou que Mary é a terceira de oito irmãos de dom John Dolan a suicidar-se. Além dos irmãos, o bispo ainda perdeu um cunhado para o drama do suicídio.

Dom John Dolan foi empossado como bispo de Phoenix em junho deste ano. Em setembro, anunciou o propósito de estabelecer um ministério católico de saúde mental na diocese. Infelizmente, não houve tempo para que Mary se beneficiasse dessa iniciativa.

A tragédia de familiares que tiram a própria vida acompanha o bispo há muito tempo, desde bem antes da sua ordenação episcopal e mesmo antes da sua ordenação como padre.

Ele mesmo contou, em entrevista à emissora ABC15 neste último setembro, que seu irmão Tom cometeu suicídio quando tinha 19 anos. Ele lutava contra distúrbios de saúde mental que mantinha escondidos da família. Oito anos depois, sua irmã Therese, então com 27 anos, também cometeu suicídio – foi no mesmo ano em que o cunhado tirou a vida. Na época, o agora bispo ainda estava no terceiro ano dos seus estudos no seminário.

Neste mês, a drástica perda da irmã caçula, Mary, causou ao bispo uma dor que traz de volta todas as anteriores – além da dor por todas as pessoas que enfrentam o mesmo sofrimento.

Entrevistado pela agência católica CNA, dom John afirmou:

“Há muitas pessoas que estão lidando com entes queridos que estão em crise. É um trabalho de caridade silencioso e, obviamente, eles precisam de toda a ajuda que puderem conseguir”.

O primeiro objetivo do novo ministério é comunicar às pessoas “que elas não estão sozinhas quando se trata de saúde mental”. A partir desta comunicação, o propósito é ajudá-las a lidar com a crise e vencê-la.

Mary Elizabeth Dolan era musicista e tinha dois filhos. Dom John declarou a seu respeito, via rede social:

“Quando criança, Mary era ativa nos esportes, na música e na fé. Ela continuou o seu caminho espiritual, que incluiu uma devoção especial à Pequena Flor, Santa Teresa de Lisieux. Mary saiu em muitas revistas e programas de TV em San Diego e fez turnês pelo país para divulgar seu estilo musical. Infelizmente, ela continuou lutando contra a depressão e contra dores debilitantes nas costas, o que a impediu de continuar a sua carreira”.

Peçamos a Deus que tenha misericórda de sua alma e lhe conceda a paz que ela não conseguiu encontrar nesta vida.

O Catecismo da Igreja Católica, em seu número 2.283, afirma que “não se deve desesperar da salvação eterna das pessoas que se suicidaram“. O número prossegue:

“Deus pode, por caminhos que só Ele conhece, oferecer-lhes a ocasião de um arrependimento salutar. A Igreja ora pelas pessoas que atentaram contra a própria vida”.

Tags:
BisposMisericórdiaSaúdeSuicídio
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia