Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

EUA: ex-deputada sai do Partido Democrata por hostilidades à fé

Tulsi Gabbard, ex-deputada do Partido Democrata

Crush Rush | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 28/10/22

Tulsi Gabbard denuncia dois pesos e duas medidas do Partido Democrata no tocante aos militantes pró e contra o aborto

A ex-deputada norte-americana Tulsi Gabbard saiu do Partido Democrata por causa de hostilidade à fé, bem como de outras posturas ideológicas tendenciosas, discriminatórias e autoritárias que denunciou na agenda do partido. Atualmente, os democratas detêm a presidência dos Estados Unidos, com Joe Biden e Kamala Harris.

Tulsi Gabbard foi deputada pelo Havaí, exerceu a vice-presidência do Comitê Nacional Democrata em 2016 e chegou a ser pré-candidata à presidência do país em 2020.

Entre as razões que alega para a sua saída do Partido Democrata, ela menciona o “estilo woke” adotado pela legenda. A expressão se refere ao suposto “despertar” para problemáticas profundas de justiça social e racial, mas tem sido utilizada para manipular a opinião pública e enfatizar pautas esquerdistas.

De acordo com a agência CNA, a ex-deputada também acusa o partido de ser dominado por “elitistas e belicistas” que “alimentam o racismo contra os brancos” e “violam a liberdade de expressão e a liberdade de religião”. Tulsi Gabbard ressalta que a hostilidade dos democratas “em relação às pessoas de fé” é “impressionante”.

Em um vídeo de 30 minutos, veiculado no YouTube, ela apresenta os porquês da sua decisão de deixar o Partido Democrata. Nesse pronunciamento, ela declara:

“Qualquer partido político que esteja tentando apagar a presença de Deus de todas as facetas da vida pública e que seja hostil àqueles que escolhem adorar a Deus não pode ser confiável para proteger os nossos direitos inalienáveis ​​outorgados por Deus e consagrados na Constituição, e, portanto, não deve estar no poder”.

A ex-deputada e ex-democrata menciona também as recentes acusações e prisões de líderes pró-vida, como o católico Mark Houck, pai de sete filhos:

“Sete desses onze manifestantes pró-vida enfrentam 11 anos de prisão e 250.000 dólares em multas. Eles não usaram força física e não eram perigosos”.

Pelo contrário, ela acusa o governo de empregar excesso de força contra cidadãos norte-americanos que divergem política e ideologicamente do viés esquerdista do Partido Democrata.

Cabe destacar que Tulsi Gabbard nunca foi apoiadora das causas pró-vida – muito pelo contrário. Mesmo assim, ela reconhece que a defesa exacerbada da pauta abortista está passando de todos os limites.

A ex-democrata denuncia que o governo de Joe Biden usa dois pesos e duas medidas no tocante aos ativistas pró-vida e pró-aborto, perseguindo sistematicamente os primeiros e favorecendo explicitamente os segundos:

“Enquanto os ativistas pró-aborto protestaram dia e noite na frente das casas dos juízes da Suprema Corte, em clara violação da lei federal, o governo Biden se manteve à margem e não fez absolutamente nada”.

Tulsi Gabbard também criticou a vice-presidente Kamala Harris pela postura intolerante contra a causa pró-vida. E cita um exemplo: após a decisão da Suprema Corte de derrubar a antiga lei inconstitucional pró-aborto, em junho deste ano, Kamala Harris declarou que a Suprema Corte estava atuando de forma “ilegítima”, simplesmente, segundo Gabbard, porque “ela não concorda com a decisão”.

Tags:
AbortoIdeologiaIgrejaPerseguiçãoPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia