Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

“Estou com muita dor”, admite o Papa no voo para o Bahrein

Pope-Francis-greets-journalists-while-aboard-the-plane-from-Rome-to-Manama-AFP

MARCO BERTORELLO | AFP

I. Media - Reportagem local - publicado em 04/11/22

O Pontífice precisou quebrar o protocolo por não conseguir se locomover no avião

No avião que deixou Roma rumo ao Bahrein nesta quinta-feira, 3 de novembro de 2022, o Papa Francisco afirmou aos jornalistas a bordo que estava com “muita dor” no joelho. Esta é a 39ª viagem apostólica internacional de Francisco, que está com 85 anos.

Depois de pouco mais de uma hora de voo, como está acostumado desde o início de seu pontificado, o Papa Francisco fez questão de cumprimentar os jornalistas que o acompanhavam. No entanto, de pé, ele disse ao grupo que estava “com muita dor” e que não podia se mover pelo corredor do avião – como costuma fazer – para cumprimentar individualmente os 68 jornalistas a bordo da aeronave.

Em vez disso, ele convidou os repórteres a irem até ele. É a primeira vez que esta dinâmica acontece desde a sua primeira viagem papal, que aconteceu em 2013.

O chefe da Igreja Católica, então, permaneceu sentado e cumprimentou os jornalistas, um a um. Ele explicou a um deles que estava com dores por causa de uma sessão de fisioterapia no dia anterior.

Sempre quando viaja, o Pontífice é acompanhado por seu assistente pessoal de saúde, o enfermeiro Massimiliano Strappetti.

Pope-Francis-wheelchair-board-a-plane-November-3-2022-at-Romes-Fiumicino-airport-depart-for-a-trip-to-Bahrain-AFP
Sentado em uma cadeira de rodas, o Papa Francisco é elevado em uma plataforma para embarcar no avião

Dores já duram um ano

Em 25 de fevereiro de 2022, o Papa cancelou uma viagem a Florença, e a Santa Sé explicou que ele sofria de gonalgia aguda – uma inflamação do joelho.

O Papa já havia cancelado eventos antes devido à dor ciática que ele sofre há anos, mas o problema no joelho causou mais dificuldades. Francisco teve de usar cadeira de rodas em suas viagens ao Canadá e ao Cazaquistão. 

Nas últimas semanas, porém, o Pontífice parece ter recuperado um pouco de sua mobilidade, e conseguiu caminhar com a ajuda de uma bengala. No entanto, ele voltou a usar sua cadeira de rodas enquanto rezava na Santa Maria Maior na véspera desta viagem.

Viagem ao Bahrein

Em seu primeiro discurso às autoridades do país, o Papa Francisco disse que está no Bahrein como um “semeador de paz”. O Santo Padre também pediu respeito aos direitos humanos, já que o Reino do Bahrein é acusado de perseguir xiitas e violar direitos dos presos. Referindo-se à crise ambiental, o Papa Francisco também pediu dignidade dos trabalhadores nesta região do mundo onde milhões de estrangeiros estão empregados.

O Papa fará seis discursos durante a viagem de quatro dias.

Esta é a primeira vez que um papa põe os pés neste pequeno país do Golfo Pérsico, localizado entre a Arábia Saudita e o Catar. Esta 39ª viagem do Papa Francisco ao exterior é colocada sob o signo do diálogo com o Islã e da busca pela paz. O pontífice também se encontrará com a pequena comunidade católica do país.

Tags:
PapaPapa FranciscoViagem
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia