Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

EUA: nova legislação restritiva ao aborto salvou 10 mil bebês em 2 meses

Gravidez

pixelheadphoto digitalskillet | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 04/11/22

Abortos caíram 6% no país desde a anulação da antiga lei inconstitucional que liberalizava o aborto em todo o território

A nova legislação restritiva ao aborto nos EUA salvou 10 mil nascituros em 2 meses, segundo um relatório elaborado por entidades pró-aborto que, naturalmente, veem este dado como um “retrocesso”.

O relatório é resultado do projeto #WeCount, capitaneado pela rede multinacional de clínicas de aborto Planned Parenthood.

De fato, os abortos caíram 6% no país desde a anulação da antiga lei inconstitucional que liberalizava o aborto em todo o território nacional. Em 24 de junho deste ano, festa do Sagrado Coração de Jesus, a Suprema Corte dos EUA derrubou a sentença Roe versus Wade, de 1973, devolvendo aos Estados da Federação o direito de legislar de modo autônomo a este respeito. Com isso, grande parte dos Estados aprovaram leis que restringem a prática.

Os frutos imediatos incluíram dimuinuições de 5.270 abortos em julho e 5.400 em agosto. A quantidade de abortos despencou em Estados que adotaram proibições, como Alabama, Arkansas, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Kentucky, Louisiana, Mississippi, Missouri, Oklahoma e Wisconsin. Por outro lado, aumentou em vários Estados onde o aborto continua legalizado, como a Carolina do Norte (37%), Kansas (36%), Colorado (33%) e Illinois (28%).

Em julho e agosto, os dois primeiros meses desde a nova decisão da Suprema Corte, o número de abortos caiu 6%, o que equivale a 10.670 abortos a menos. Caso essa taxa se mantenha, poderão ser salvas do aborto mais de 60 mil vidas só no primeiro ano da nova legislação.

Chuck Donovan, presidente do instituto pró-vida Charlotte Lozier, declarou à agência católica de notícias CNA:

“Os resultados do projeto #WeCount confirmam que as leis pró-vida salvam vidas. Não existe nada como o nascimento de um bebê! Essas leis se traduzirão nesse milagre milhares de vezes”.

Donovan denuncia que a indústria do aborto “só tem uma mensagem para as mulheres”: a de que elas não conseguem lidar com uma gestação. Para ele, essa mentira está sendo substituída por uma verdade muito maior: “você consegue e nós estaremos com você para apoiar”.

Como exemplo desse apoio, ele destaca as iniciativas em andamento nas regiões dos EUA que restringiram o aborto:

“Os Estados pró-vida já deram um passo à frente para apoiar mulheres e famílias. Só o Texas já orçou mais de 100 milhões de dólares para incentivar opções reais para as mulheres”.

Tags:
AbortoBebêsGravidezIdeologiaJustiçaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia