Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Fiz uma promessa, mas ela se tornou prejudicial à saúde: e agora, o que fazer?

Promessa

Andrew Angelov | Shutterstock

Pe. Cido Pereira - publicado em 09/11/22

Padre explica: promessas só fazem sentido quando melhoram a nossa vida de fé e a nossa relação com Deus e o próximo

Promessa prejudicial à saúde tem que ser cumprida? Esta foi a dúvida apresentada por uma leitora ao pe. Cido Pereira, que a respondeu no portal O São Paulo, da arquidiocese paulistana:

“A Maria Zilda, da Vila Penteado, me conta que fez a promessa de que não cortaria o cabelo para alcançar uma graça, mas que agora o cabelo está caindo muito. E ela está em dúvida: ‘É pecado quebrar a promessa?'”.

O pe. Cido então explicou o contexto das promessas:

“Maria Zilda, as promessas são formas de fortalecermos os pedidos que fazemos a Deus em nossas orações. Nas promessas feitas a Deus e aos santos, nós vinculamos as graças que pedimos a um compromisso de fazer algo que custe algum sacrifício. As promessas fazem parte da religiosidade popular e são manifestações de fé”.

Em seguida, recordou que as promessas só fazem sentido quando melhoram a nossa vida de fé e a nossa relação com Deus e o próximo:

“Eu, pessoalmente, entendo que as melhores promessas são aquelas que nos levam a viver melhor a fé, a amar mais a Deus e aos irmãos.

Então, minha irmã, para Deus tanto faz você estar de cabelos compridos ou curtos. Agora, se você promete se dedicar mais à oração, o Pai do céu vai ficar feliz com você mais próxima d’Ele; ou, então, se você se compromete a ajudar um pobre, uma família necessitada, Deus vai ficar feliz, porque você está fazendo um gesto de amor”.

Ao concluir, o padre escreveu, descartando qualquer sentido de se manter uma promessa que seja prejudicial à saúde:

“Então, minha irmã, faça com seus cabelos o que você achar melhor e mude sua promessa por um gesto de fé ou de amor ao próximo. Deus vai ficar feliz com sua gratidão pelas graças recebidas”.

Tags:
DeusDevoçãoSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia