Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

“Prestem atenção em seus filhos”, alerta mãe de mais uma vítima dos desafios on-line

Criança no tablet à noite

MPIX | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 22/11/22

O filho dela morreu depois de fazer um daqueles estúpidos desafios incentivados em redes sociais e comunidades virtuais: "Perdi meu grande amor para a maldade da internet"

O alerta de uma mãe que perdeu o filho por causa dos desafios on-line comoveu as redes sociais. O relato triste, porém importante, chama a atenção dos pais sobre esta estupidez que vem se popularizando entre os jovens e é incentivada descaradamente em certas redes sociais e comunidades virtuais.

Camila Antonieta utilizou o seu perfil no Instagram para fazer o comovente desabafo:

“Dia 17/11/2022 o dia que perdi meu menino, perdi meu grande amor para a maldade da internet. Dia que não vou me perdoar por ter saído de casa. Dia o qual não consegui abraçar e nem despedir do meu filho. Dia que não consegui falar um eu te amo mais uma vez.”

Ela também explicou o que aconteceu com o menino:

“Já tem algum tempo que meu filho é fã de algumas revistas conhecidas como animes. Desses animes foram criadas comunidades na internet que alimentam vários distúrbios, como a comunidade Suicide Boy (um livro do anime) que só agora encontrei no computador do meu filho.

Nesta revista e comunidade pessoas maldosas inventam desafios e manipulam a mente inocente de nossas crianças fazendo-as cometerem testes que muitas das vezes acabam em desgraça. Assim como aconteceu com o meu filho.”

Com a tristeza refletida em cada palavra, a mãe prossegue:

“Meu filho acreditou que seria capaz de ter êxito no teste da corda no pescoço o qual ele teria que aguentar 20 segundos, ele se arriscou e criou todo ambiente. O que ele não sabia que isso acabaria com sua vida.

Meu filho amarrou um fio HDML no guarda roupa e fez a ‘forca’, se arriscou, escorregou e não conseguiu manter a consciência, e logo perdeu a vida.”

No fim do post, o importante alerta aos outros pais:

“Peço a vocês, mães e pais, para olharem os computadores de seus filhos diariamente, olhem as revistas, livros, conversas, desenhos. Não deixem eles tanto tempo no computador assistindo vídeos ou jogando jogos que podem gerar algum distúrbio.

Mães e pais, fiquem mais próximos de seus filhos. Abracem, beijam, mantenham conversas durante o dia. Se façam presentes. Amem seus filhos mais que qualquer carreira, viagem, celulares…Prestem atenção em seus filhos.”

View this post on Instagram

A post shared by Camila Antonieta (@camilaantonieta)

Tags:
CriançasFilhosInternetMortepais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia