Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Black Friday: o que fazer diante da tentação das compras?

CARD; CREDIT; SHOP; SHOPPING; BLACK FRIDAY

Prostock-studio | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 24/11/22

Durante a Black Friday, muitas lojas estão oferecendo promoções tentadoras. Mas antes de se apressar, aqui está uma excelente reflexão inspirada em São João Paulo II

A Black Friday resume perfeitamente a abordagem moderna do consumo: instintiva e imediata. Um modo de consumo criticado por São João Paulo II em sua encíclica Centesimus Annus. Em vez disso, o papa polonês nos exorta a pensar antes de comprar e a considerar nossas compras à luz de toda a pessoa humana, corpo e alma.

“Se alguém se refere diretamente aos seus instintos e desconsiderar a sua realidade pessoal, consciente e livre, isso pode levar a hábitos de consumo e estilos de vida que são objetivamente ilegítimos e muitas vezes prejudiciais à sua saúde física e espiritual”, adverte o Papa. E ele nos lembra que, a cada compra, fazemos uma escolha. Uma escolha que pode ser benéfica para a sociedade e nossas almas eternas, ou que pode ser prejudicial. O mais importante é ser um consumidor informado.

O dever de doar

Enquanto São João Paulo II não condena o desejo de uma vida melhor, ele nos exorta a mudar nosso desejo de “ter” e a nos concentrarmos no verdadeiro, no bom e no belo:

Não é mal desejar uma vida melhor, mas é errado o estilo de vida que se presume ser melhor, quando ela é orientada ao ter e não ao ser, e deseja ter mais não para ser mais, mas para consumir a existência no prazer, visto como fim em si próprio. É necessário, por isso, esforçar-se por construir estilos de vida, nos quais a busca do verdadeiro, do belo e do bom, e a comunhão com os outros homens, em ordem ao crescimento comum, sejam os elementos que determinam as opções do consumo, da poupança e do investimento.

Enquanto nos preparamos para comprar os presentes de Natal e outros itens que consideramos úteis para nossa vida diária, lembremo-nos do dever da caridade. “Isto é, o dever de doar não só o “supérfluo” mas às vezes também algo “necessário”, para prover a vida dos pobres, diz São João Paulo II.

Tags:
CaridadeEconomiaSociedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia