Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 03 Dezembro |
São Birino de Dorchester
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Ciência revela que mostrar gratidão nos torna mais felizes

mulher feliz sorri com gratidão na natureza

Ground Picture | Shutterstock

Cerith Gardiner - publicado em 25/11/22

Ser grato gera muitos benefícios - e este é um bom momento para nos comprometermos novamente com a prática

Quando temos um verdadeiro sentimento de gratidão, estamos fazendo um grande favor a nós mesmos, de acordo com estudos relatados no Daily Health Post.

Os cientistas descobriram que o próprio ato de sentir-nos gratos é benéfico para nossa saúde. Um estudo liderado pelos psicólogos Dr. Robert Emmons, da Universidade da Califórnia em Davis, e Dr. Michael McCullough, da Universidade de Miami, se baseou no feedback de três grupos de pessoas sobre os efeitos físicos da prática da gratidão. O que eles constataram é que o cérebro responde a sentimentos genuínos de gratidão. Portanto, quando você ensina os seus filhos a dizer “obrigado”, você também está fazendo um favor a eles.

Durante a pesquisa, os psicólogos pediram aos diferentes grupos de estudo que registrassem informações diferentes: o primeiro manteve um diário de gratidão; o segundo anotou pontos que os incomodaram naquele dia; e o último apenas registrou os sentimentos daquele dia.

Após dez semanas, os pesquisadores puderam afirmar que as pessoas que expressaram gratidão diária se mostraram mais positivas e otimistas do que as dos outros grupos, além de estarem fisicamente mais dispostos, com menos idas ao médico do que os outros dois grupos.

Esse feedback positivo já é animador, mas estudos posteriores mostraram efeitos mais tangíveis da gratidão no indivíduo. Primeiro, as pessoas que praticam a gratidão sentem menos ansiedade e, portanto, têm melhores noites de sono. Por sua vez, o bom sono e o menor estresse reduzem as chances de insuficiência cardíaca.

Sendo o cérebro tão complexo, há efeitos ainda mais positivos da gratidão. Os cientistas descobriram que um dos neuroquímicos liberados pelo ato de gratidão é o hormônio do prazer, a dopamina – que, aliás, pode ser reexperimentada quando a pessoa revive a emoção da gratidão.

O artigo do Daily Health Post registra sobre a ciência da gratidão:

“O simples ato de escrever palavras gratas se mostrou associado a uma sensibilidade neural significativamente maior e duradoura à gratidão – os indivíduos que participaram da ação de escrever cartas de agradecimento mostraram aumentos comportamentais na própria gratidão e uma modulação neural significativamente maior pela gratidão no córtex pré-frontal medial depois de três meses”.

Estes fatos têm impacto positivo também nos adolescentes que expressam gratidão. O sentimento positivo advindo de sentir-se gratos parece criar um sentimento de autoestima no adolescente, bem como de compaixão pelos outros, segundo um estudo da Frontiers. Portanto, é uma prática a ser incentivada em qualquer adolescente, para que eles possam cuidar dos outros e, ao mesmo tempo, manter-se num caminho positivo ao longo desses anos conturbados.

Expressar gratidão pode ser útil ainda no casamento. Em vez de criticar e criticar, quando um cônjuge dedica tempo a mostrar gratidão ao outro, ele não apenas faz o outro sentir-se valorizado, mas ele próprio também sente prazer, conforme detalhado em relatório da Clinical Psychology Review.

A ciência da gratidão mostra que vale a pena fazer dessa atitude um hábito diário, como indivíduos e como família, para colher os frutos positivos que ela pode fazer germinar.

Você pode ler o artigo completo do Daily Health Post aqui.

Tags:
CiênciaFelicidadegratidaoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia