Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: A história do Cardeal Zenari, o “núncio militar”

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Zenari-ciric_380157

Jean-Matthieu GAUTIER/CIRIC

Portrait du cardinal Mario Zenari (Damas, Syrie).

I.Media para Aleteia - publicado em 25/11/22

O seu resumo das principais notícias do dia. Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Sexta-feira, 25 de novembro de 2022

A história do Cardeal Zenari, o “núncio militar”.
Um bispo chinês “clandestino” entra para a Igreja oficial
Uma diocese suíça desiste dos exorcistas
O silêncio do Cardeal Omella
O novo cardeal de Gana recebeu alta do hospital

Ao serviço da diplomacia da Santa Sé desde os anos 80, o Cardeal Mario Zenari é sem dúvida o mais idoso dos núncios atuais. De fato, ele é o único núncio apostólico a servir como cardeal há muito tempo. “Isso me deixa um pouco desconfortável”, confessa este italiano que serviu papas em quatro continentes e em quase 20 nações. Em 1999, ele foi nomeado núncio na Costa do Marfim, poucos meses antes da eclosão da guerra civil. Quatro anos depois, ele foi enviado ao Sri Lanka, “outro país afligido por um conflito sangrento de 30 anos”, diz o homem que tem sido núncio na Síria desde 2009. “Agora me considero um núncio militar”, diz o diplomata que em breve terá 77 anos, que ainda está no cargo a pedido do Papa.

Quando as outras missões diplomáticas fugiram da Síria no auge da guerra, ele nunca deixou Damasco. “Manter a Nunciatura aberta e operacional durante o conflito sangrento foi uma decisão óbvia que nunca reconsideramos”, explica o homem que, quando jovem, queria ser um bom padre do campo. Na Síria, ele vê sua missão como a de um Bom Samaritano e trabalha para facilitar a ajuda humanitária neste país devastado pela guerra. Observando que a Síria desapareceu do radar da mídia, ele está agora preocupado com a pobreza que afeta quase 90% da população e com a emigração, especialmente dos jovens.

Para ele, a púrpura de cardeal que o Papa escolheu lhe dar em 2016 tem um significado muito concreto. “Quando uso esta cor, muitas vezes penso que não a estou usando em meu nome, mas em nome de todas as vítimas da guerra, especialmente as crianças. Para mim, não é nada mais que a Síria martirizada”!

Alfa&Omega, espanhol


2Um bispo chinês “clandestino” entra para a Igreja oficial

Um bispo chinês “clandestino”, Dom John Peng Weizhao – nomeado pelo Papa Francisco em 2014 para a diocese de Yujiang e também detido por seis meses pelas autoridades chinesas por este motivo – juntou-se aos órgãos “oficiais” do catolicismo chinês e foi reconhecido, em cerimônia realizada na quinta-feira, como “bispo auxiliar da diocese de Jiangxi”. A cerimônia aconteceu em Nanchang na presença de cerca de 200 pessoas e foi presidida pelo bispo local Li Suguang, que também é vice-presidente da Conferência Episcopal Católica Chinesa, órgão da Associação Patriótica, filiada ao Partido Comunista Chinês (CCP). O bispo Peng Weizhao, 56 anos, estudou no seminário nacional de Pequim e tornou-se padre em 1989.

Ele foi secretamente ordenado bispo de Yujiang com o mandato do Papa Francisco em 10 de abril de 2014 para suceder o bispo Thomas Zeng Jingmu, líder da Igreja clandestina local, que passou 23 anos em prisão e morreu aos 96 anos de idade em 2016. Poucas semanas após sua ordenação, o próprio Bispo Peng foi preso. Desde 2014, ele sempre foi severamente restringido pelas autoridades em sua capacidade de ministrar. Após o acordo de 2018, a Igreja clandestina em Yujiang havia sofrido uma intensa pressão para “regularizar” seu clero.

Até 22 de setembro, Dom Peng Weizhao havia informado a seu clero que havia renunciado ao cargo de bispo de Yujiang e aceitou o plano do governo de integrar todas as dioceses na única diocese de Jiangxi. De acordo com o site controlado pelo CCP, chinacatholic.cn, o site controlado pelo Partido Comunista Chinês, o bispo leu o juramento: “Juro observar os mandamentos de Deus, cumprir os deveres pastorais do bispo auxiliar, pregar fielmente o Evangelho, conduzir os sacerdotes e fiéis da diocese de Jiangxi, defender a Constituição Nacional, salvaguardar a unidade da pátria e a harmonia social, amar o país e a religião, e persistir no princípio de igrejas independentes e autônomas, aderir à liderança do catolicismo em meu país na China, levar ativamente o catolicismo a se adaptar à sociedade socialista e contribuir para a realização do sonho chinês do grande rejuvenescimento da nação chinesa.

A Santa Sé não deu nenhuma informação sobre se concorda com esta nova posição de bispo auxiliar. Há receios de uma repetição da situação em Mindong, Fujian, onde o bispo clandestino Guo Xijin foi pressionado a aceitar o cargo de bispo auxiliar e depois renunciou alguns meses depois, quando descobriu que as novas condições lhe deixavam pouca liberdade de movimento.

AsiaNews, italiano


3E TAMBÉM NA IMPRENSA INTERNACIONAL…

Diocese suíça desiste dos exorcistas

A diocese de Chur na Suíça não mais oferecerá os serviços de um padre exorcista. O bispo atual, Dom Joseph Maria Bonnemain, considera que as pessoas em dificuldades psicológicas devem encontrar soluções médicas ou psicoterapêuticas.

Cath.ch, francês

O silêncio do Cardeal Omella

O Cardeal Juan José Omella, presidente da Conferência Episcopal Espanhola, não fez nenhuma menção aos casos de abuso em seu discurso de abertura à assembléia plenária do episcopado, ao contrário de seu homólogo francês. El Pais denunciou uma “falta de compaixão, um princípio ético e uma virtude religiosa que nos torna verdadeiramente humanos e nos impulsiona a demonstrar solidariedade com aqueles que sofrem”.

El Pais, espanhol

O novo cardeal de Gana recebeu alta do hospital

O cardeal ganense Richard Kuiia Baabwohr, que perdeu o consistório de 27 de agosto devido a um ataque cardíaco, teve alta do hospital Gemelli em 18 de novembro, após ter sido submetido a uma grande cirurgia. Ele agradece aos fiéis de sua diocese de Wa por suas orações, mas permanecerá em Roma por mais algumas semanas em convalescença, residindo na casa geral dos Padres Brancos, a congregação da qual ele era o superior geral.

ACI África, inglês

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CardeaisDiálogoResenha de Imprensa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia