Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 26 Janeiro |
Santa Paula Romana
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Bispo de Gana morre aos 63 anos, exatos 3 meses após tornar-se cardeal

CARDEAL RICHARD KUUIA BAAWOBR, BISPO EM GANA

ST. JOHN OF GOD SOCIETY - GHANA | Facebook

Cardeal Richard Baawobr, de Gana

Cyprien Viet - publicado em 28/11/22

O novo cardeal Richard Baawobr, hospitalizado por problemas cardíacos, não tinha podido participar sequer do consistório

O cardeal ganense Richard Kuuia Baawobr, que sofreu graves problemas cardíacos em agosto logo após chegar a Roma para o consistório em que seria elevado ao Colégio dos Cardeais, morreu neste domingo, 27 de novembro de 2022, aos 63 anos, informou o Vatican News.

Bispo de Wa, em Gana, ele acabava de instalar-se na sede geral dos Padres Brancos em Roma, no dia 18 de novembro, onde continuaria a recuperação da cirurgia cardíaca depois de um longo período de internação.

O pe. André-Léon Simonart, secretário geral dos Missionários da África, popularmente conhecidos como Padres Brancos, informou em comunicado divulgado ontem à noite:

“Com tristeza e dor, informamos o retorno ao Pai Celestial do cardeal Richard Baawobr, ocorrido hoje, domingo, 27 de novembro de 2022. O nosso confrade foi levado de ambulância do generalato até o Hospital Gemelli às 17h45 e recebemos a triste notícia às 18h25. Que dom Ricardo descanse na paz do seu Senhor, a quem ele serviu tão generosamente. Em nome da sociedade enlutada, a nossa oração e os nossos pensamentos se voltam também à sua família, à sua diocese, aos seus colegas bispos e a todos os seus amigos e conhecidos”.

O novo cardeal de Gana, que tinha sido Superior Geral dos Padres Brancos de 2010 a 2016, tornou-se uma das figuras mais importantes da Igreja Católica na África durante o verão de 2022. Ele se tornou cardeal sendo bispo de uma diocese que jamais tinha tido um cardeal à sua frente, além de presidir o Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (SECAM).

Fisicamente ausente do consistório de 27 de agosto por causa da sua hospitalização, ele se tornou cardeal a partir do instante em que seu nome foi pronunciado pelo Papa Francisco durante a cerimônia.

Uma viagem missionária entre África e Europa

Nascido em Gana em 21 de junho de 1959, o cardeal Baawobr ingressou nos Padres Brancos em 1981 e foi ordenado em Londres em 1987. De 1991 a 1996 estudou exegese no Pontifício Instituto Bíblico de Roma e depois espiritualidade inaciana no Centro Espiritual Jesuíta de Le Châtelard, na França.

De 1999 a 2004 foi diretor da Casa de Formação dos Padres Brancos em Toulouse e, em seguida, primeiro assistente geral dos Missionários da África entre 2004 e 2010. Em 2010, tornou-se o primeiro africano eleito superior geral da Missionários da África, exercendo o cargo até 2016. Nesse mesmo ano, o Papa Francisco o nomeou bispo de Wa, em Gana. Em 29 de maio de 2022, o Pontífice anunciou a sua criação como cardeal.

No mesmo período, ele se tornou o primeiro ganense a presidir o Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (SECAM). Como chefe deste órgão, sua missão era facilitar a coordenação e o diálogo entre todos os episcopados africanos. No contexto da ascensão dos órgãos continentais, devido ao Sínodo sobre a sinodalidade, ele deveria desempenhar um papel importante para ajudar a harmonizar as posições das conferências episcopais do continente.

Com o seu falecimento, o número de cardeais eleitores se reduz a 126, dos quais 81 foram criados pelo Papa Francisco, 34 por Bento XVI e 11 por São João Paulo II. No total, incluindo os 99 não-eleitores, o Colégio dos Cardeais tem 225 membros em 28 de novembro de 2022.

Tags:
ÁfricaCardeaisIgreja
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia