Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
São João Maria, chamado Muzei ou Ancião
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco trata joelho com médico do Atlético de Madrid

Papa Francisco em cadeira de rodas devido às dores no joelho

Antoine Mekary | ALETEIA

Francisco Vêneto - publicado em 29/11/22

O doutor José María Villalón é pai de doze filhos e ferrenho defensor do direito à vida

O Papa Francisco está fazendo o seu tratamento de joelho com o mesmo médico do clube de futebol Atlético de Madrid, um dos principais da Espanha.

Trata-se do doutor José María Villalón, que é especialista em traumatologia e medicina esportiva, além de ser pai de doze filhos e ferrenho defensor do direito à vida.

Em entrevista à rede espanhola Cope, o profissional comentou sobre o novo paciente:

“Tanto da Conferência Episcopal [Espanhola] quanto da Nunciatura do Vaticano na Espanha, perguntaram a um grupo de especialistas se poderíamos ajudar o Papa devido à situação que ele está passando. Ele está usando uma cadeira de rodas e nós vamos ver se conseguimos ajudá-lo a melhorar a sua mobilidade e a interromper o processo artrítico”.

De fato, Francisco tem precisado de bengala ou mesmo de cadeira de rodas em diversas ocasiões, devido à sua artrose no joelho direito.

A condição destrói a cartilagem hialina que reveste os ossos e amortece impactos. Segundo o dr. Villalón, é um quadro que também afeta outras partes do corpo:

“É um processo artrítico que afeta várias articulações: às vezes começa com uma articulação com artrose e outras articulações se deterioram porque ficam sobrecarregadas. Estamos tentando impedir que ela avance e fazer as coisas melhorarem”.

O médico espanhol falou do Papa como paciente:

“Ele é um paciente muito agradável e muito teimoso, no sentido de não querer certas propostas cirúrgicas. Temos que oferecer tratamentos mais conservadores para que ele concorde”.

O doutor exemplifica que, entre os procedimentos que o Papa Francisco não quer no tratamento do joelho, estão as cirurgias e as próteses.

Por outro lado, o médico admite que cuidar de um Papa causa uma preocupação peculiar:

“É uma responsabilidade sobre uma figura mundial que tem que estar em forma. Temos a desvantagem de que ele não é um paciente ‘normal’ por causa das suas muitas atividades. Possivelmente, o Papa vai ter mais dificuldades por causa da agenda complicada, mas eu estou otimista: o Papa pode ser ajudado. Ele nos ajuda em todas as outras coisas; pelo menos vamos poder assessorar os médicos que estão no dia-a-dia com ele”.

Fora as dores, o Papa demonstra excelente disposição, acrescentou o médico:

“Ele está muito bem, muito lúcido psicologicamente. É um homem muito simpático, afável – e gosta de futebol. Espero ter que voltar, porque a primeira visita foi um primeiro contato”.

O Papa Francisco, de 85 anos, vem sofrendo com fortes dores no joelho há meses. Em 25 de fevereiro, por exemplo, ele cancelou uma viagem a Florença devido a uma inflamação. Nas viagens ao Canadá e ao Cazaquistão, precisou de cadeira de rodas.

No começo de novembro, durante a sua histórica visita ao Bahrein, ele chegou a confessar aos jornalistas do voo pontifício que estava “com muita dor”. Por este motivo, não pôde caminhar pelo corredor do avião, como costumava fazer, para cumprimentar individualmente os 68 jornalistas a bordo da aeronave.

Tags:
Papa FranciscoSaúdeTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia