Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 04 Fevereiro |
Santo Eutíquio de Roma
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Elon Musk anuncia chips cerebrais em humanos já em 2023

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Elon Musk quer chips em cérebros humanos

Naresh111 | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 05/12/22

A iniciativa gera polêmicas não só tecnológicas, mas, principalmente, éticas

O bilionário Elon Musk, atualmente o homem mais rico do mundo, anunciou que começará a implantar chips cerebrais em seres humanos já em 2023.

Neste último 30 de novembro, ele informou que sua empresa de implantes cerebrais, a Neuralink, deve começar os testes em humanos dentro de no máximo 6 meses, priorizando o objetivo de restaurar a visão de pacientes cegos.

Durante a mesma apresentação, Musk afirmou que o projeto também envolve pessoas com deficiências motoras, visando a sua locomoção, assim como pacientes com capacidades reduzidas de comunicação, a fim de ajudá-las a superar as suas limitações mediante a neurotecnologia.

De acordo com a empresa, o chip de implante cerebral deverá interagir com dispositivos externos, como celulares e computadores.

Musk declarou que os testes em animais avançaram bem e a empresa agora aguarda autorização dos órgãos reguladores competentes, nos EUA, para inicar os testes com pessoas.

Esses testes, aliás, tinham sido inicialmente previstos para 2020, foram adiados para 2022 e, agora, para 2023. Segundo Musk, os adiamentos se devem a questões de segurança:

“Queremos ser extremamente cuidadosos e ter a certeza de que funcionará bem antes de colocar um dispositivo em um ser humano. Submetemos a maior parte dos documentos ao FDA [Food and Drug Administration, equivalente à Anvisa no Brasil] e achamos que, provavelmente, em cerca de 6 meses poderemos ter o nosso primeiro Neuralink num ser humano”.

A iniciativa de Elon Musk em desenvolver chips cerebrais para humanos, evidentemente, gera muitas e intensas polêmicas não só da perspectiva tecnológica, mas, principalmente, do ponto de vista ético. Saiba mais:

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CiênciaSaúdetecnologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia