Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 07 Fevereiro |
Bem-aventurado Guilherme Saultemouche
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Cada vez mais belgas pedem o “desbatismo”

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Limitação nas igrejas durante pandemia

HenriqueWestin | Shutterstock

J-P Mauro - publicado em 06/12/22

Igreja na Bélgica procura respostas diante do declínio dos sacramentos e do aumento de pessoas que querem "desbatizar-se"

A quantidade de belgas que pedem o “desbatismo” é um dos pontos mais chocantes de um novo relatório anual publicado em 30 de novembro sobre o declínio da fé católica na Bélgica. Trata-se de pessoas que foram batizadas como católicas, mas que estão agora pedindo que o seu nome seja excluído dos registos de batismo.

De fato, desde 2019, os números mostram quase 300% de aumento nesse tipo de demanda. O site The Pillar informa que houve 5.237 pedidos de alteração nos registros batismais só em 2021 – ou o triplo dos 1.800 realizados em 2019.

É de se notar que, obviamente, a Igreja Católica não reconhece nem permite o “desbatismo” sacramentalmente falando – nem poderia, porque o sacramento do batismo é um dos que imprimem o assim chamado “caráter indelével”. Isso quer dizer que o sacramento do batismo católico é um ato irreversível que identifica uma pessoa como pertencente a Cristo.

Por outro lado, muito embora não se possa desfazer um batismo do ponto de vista sacramental, é tristemente possível que um batizado abandone a fé e queira distanciar-se completamente da vida paroquial.

Para fins estatísticos e em cumprimento das leis relativas à privacidade de dados dos indivíduos, todos os pedidos de “desbatismo” que chegam às igrejas belgas são devidamente registrados junto aos cadastros batismais.

Números do declínio

O relatório divulgado por The Pillar apresenta ainda números impactantes sobre o declínio acentuado da participação nas missas. Menos de 17.000 pessoas assistiram à Santa Missa dominical, em média, ao longo de 2021.

A diminuição é drástica em relação à média de mais de 241.000 que se registrava apenas dois anos antes, em 2019. Estima-se que apenas 2,5% dos 6,7 milhões de alegados católicos da Bélgica assistiram à Missa dominical em 2021.

Por outro lado, a participação na Missa de Natal de 2021 foi de pouco mais de 347.000 pessoas – ainda assim, notavelmente inferior às mais de 551.000 em 2019.

Causas

Declínios semelhantes foram observados também nos outros sacramentos: os números de primeiras comunhões, confirmações, matrimônios católicos e mesmo funerais católicos apresentaram séria diminuição em 2021 na comparação com 2019 – o que o relatório observa, no entanto, que, muito provavelmente, se deva em grande medida aos impactos da pandemia de covid-19.

Mesmo assim, o relatório sugere que o declínio da vida católica na Bélgica também pode ser um reflexo da posição da Igreja no tocante ao assim chamado casamento gay, porque as questões divergentes entre a Igreja e a comunidade LGBT vêm recebendo ampla atenção nacional nos meios de comunicação social belgas.

Como quer que seja, o relatório não consegue identificar com clareza qual seria a principal razão pela qual tantos belgas estão se afastando do seu catolicismo.

O relatório sobre a situação no país vem na esteira de outro divulgado recentemente no Reino Unido, onde, pela primeira vez na história do censo britânico, os cristãos perderam o status de religião majoritária.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BatismoIdeologiaIgrejaSacramentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia