Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 26 Janeiro |
Santa Paula Romana
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Arcebispo denuncia que Rússia está torturando padres ucranianos presos

Soldado durante a guerra na Ucrânia

AFP

Francisco Vêneto - publicado em 08/12/22

"Seguindo os métodos clássicos da repressão estalinista, eles extraem dos prisioneiros confissões de crimes que eles nem sequer cometeram"

O arcebispo Sviatoslav Shevchuk, primaz da Igreja Greco-Católica da Ucrânia, denunciou que a Rússia estaria torturando dois padres ucranianos que foram capturados pelo exército russo na cidade ucraniana de Berdyansk.

Trata-se dos padres redentoristas Ivan Levystky, pároco da igreja da Natividade da Santíssima Virgem Maria, e Bohdan Geleta, seu vigário.

Os dois foram presos em 16 de novembro sob a acusação, não comprovada, ​​de guardarem armas e munições nas instalações da paróquia.

Dom Sviatoslav afirma que os soldados russos “colocaram alguns itens militares na paróquia e acusaram os padres de posse ilegal de armas”. O arcebispo acrescenta:

“Houve um relato de que eles estão sendo torturados sem piedade. Seguindo os métodos clássicos da repressão estalinista, eles extraem dos prisioneiros confissões de crimes que eles nem sequer cometeram. Os padres correm perigo de morte todos os dias. Esses dois padres decidiram ficar com seu povo nos territórios ocupados. Eles serviram às comunidades católicas grega e romana, trazendo uma luz de esperança para as pessoas sob a ocupação”.

O exarcado arquiepiscopal de Donetsk, sob cuja jurisdição está a paróquia dos padres Ivan e Bohdan, informou que este último sofre de uma “doença que o obriga a tomar regularmente medicamentos especiais”, e a falta dessa medicação já seria suficiente para colocar a sua vida em risco mesmo que ele não estivesse sob tortura.

Dom Sviatoslav conclamou a comunidade internacional a exigir a soltura dos padres:

“Peço aos representantes diplomáticos e às organizações internacionais de direitos humanos que façam todo o possível para salvar a vida deles”.

O arcebispo ucraniano também se voltou à Rússia para pedir a “imediata libertação” dos reféns:

“Não é culpa dos sacerdotes de Cristo. Eles só foram culpados porque amam o seu povo, a Igreja e as pessoas confiadas a eles. Peço a todos os fiéis que rezem pela salvação dos nossos pastores”.

Tags:
GuerraPadresPerseguiçãoRússiaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia