Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Vídeo: Papa Francisco chora ao confiar a Ucrânia à Nossa Senhora

POPE-FRANCIS-Immaculate-Conception-December-08-2022

Antoine Mekary | ALETEIA

Kathleen N. Hattrup - Reportagem local - publicado em 09/12/22

A multidão aplaudiu quando o Santo Padre confiou a Maria os sofrimentos de seu povo

Pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19, o Papa Francisco pôde cumprir a tradição papal de visitar a estátua da Imaculada Conceição na Plaza Espanha, centro de Roma, neste 8 de dezembro de 2022.

Sob o céu claro do anoitecer, o Papa foi recebido por uma grande multidão. Ele conseguiu sair do carro sem ajuda e deu alguns passos até uma cadeira. Um coro entoou a Ladainha dos Santos. 

Tradicionalmente, o Papa coloca um buquê de rosas brancas na base da coluna e reza pela intercessão de Maria sobre todas as pessoas em seus sofrimentos e lutas.

Nos últimos dois anos, o Papa fez essa visita de manhãzinha e em privado, a fim de evitar aglomeração.

Que possamos continuar acreditando

Aos pés do monumento, o Santo Padre fez uma breve oração, confiando a Nossa Senhora as necessidades do mundo. Ao falar do sofrido povo ucraniano, ele se emocionou e parou para chorar por alguns segundos durante a seguinte prece:

“Virgem Imaculada, hoje gostaria
de lhe trazer o agradecimento do povo ucraniano
pela paz que há muito tempo pedimos ao Senhor.
Ao invés, ainda devo lhe apresentar a súplica
das crianças, dos idosos
dos pais e das mães, dos jovens
daquela terra martirizada.
Mas na realidade todos nós sabemos
que estás com eles e com todos os que sofrem,
assim como estiveste ao lado da cruz do teu Filho.

Obrigado, nossa Mãe!
Olhando para ti, que és sem pecado
podemos continuar a acreditar e esperar
que o amor vença o ódio
que a verdade vença a falsidade,
que o perdão vença a ofensa,
e que a paz prevaleça sobre a guerra. Assim seja!”

A situação da Ucrânia

O Papa Francisco disse que está bem informado sobre a situação na Ucrânia e, particularmente, sobre a “crueldade” que os ucranianos estão sofrendo.

“Falo sobre a crueldade porque tenho muitas informações sobre a crueldade das tropas que chegam”, disse o Papa à revista America .

O Vatican News informou esta semana sobre uma delegação de jornalistas que viajou para a Ucrânia. Falando com o bispo Jan Sobiło, auxiliar de Kharkiv, ele contou como tentou confortar um avô “desesperado” cuja neta foi estuprada e morta.

Em outubro, a Comissão Independente de Inquérito sobre a Ucrânia apresentou seu primeiro relatório à Assembleia Geral da ONU, indicando que há “motivos para concluir que uma série de crimes de guerra, violações dos direitos humanos e do direito humanitário internacional foram cometidos no país”.

A caminho da Coluna da Imaculada Conceição, o Santo Padre rezou silenciosamente diante do ícone  Salus Populi Romani  na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.

Tags:
GuerraNossa SenhoraPapa FranciscoUcrânia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia