Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Arquidiocese terá de vender campanário histórico para cobrir despesas

Prague tower

Eugine Lim | Shutterstock

J-P Mauro - publicado em 12/12/22

A ideia é, com o dinheiro arrecadado na venda, adquirir imóveis e alugá-los

A Igreja Católica na República Tcheca recebe fundos em restituição de propriedades que foram confiscadas pelas forças comunistas há anos. Entretanto, esses pagamentos estão programados para terminar em 2030. Agora, em uma tentativa de se tornar autossustentável, a Arquidiocese de Praga anunciou que quer vender um icônico campanário e, com o dinheiro, comprar apartamentos para alugar.

De acordo com o site Expats, o objetivo da arquidiocese é adquirir e alugar cerca de 1.000 apartamentos até 2025, um empreendimento que exigiria cerca de 3 bilhões de coroas tchecas (cerca de US$ 130 milhões). Para ajudar a financiar essas aquisições, a histórica torre gótica do sino, a Jindřišská věž, será colocada à venda.

A torre

Jindřišská věž é uma estrutura do século XV que se originou como campanário da Igreja de São Henrique e São Kunhuta. É a torre independente mais alta da cidade e sobreviveu a várias invasões de guerra ao longo dos séculos. Hoje, abriga um restaurante e uma loja de uísques, além de um mirante.

Espera-se que a torre seja colocada à venda por cerca de 75 milhões de coroas tchecas, mas a operação pode render muito mais do que isso, pois atraiu o interesse de muitos compradores em potencial. O site Expats observa que o governo local de Praga ficou surpreso com os planos de venda da torre. O prefeito Zdeněk Hřib disse que gostaria de garantir que a propriedade não “caia nas mãos erradas”, sugerindo até mesmo que o município pode estar interessado em comprar a torre histórica. 

Campanário em Praga
Prefeitura de Praga deu a entender que pode adquirir o campanário histórico

O hotel

Outra propriedade que a Arquidiocese de Praga está considerando vender é o Clara Futura Hotel, no castelo Dolní Břežany. A propriedade pertence à Igreja há cerca de três séculos. Em 2018, a arquidiocese transformou o Clara Futura num hotel cinco estrelas.

O hotel, no entanto, não tem gerado lucros para a Igreja. Estima-se que o valor de venda do hotel possa arrecadar o suficiente para financiar a construção de duas escolas em Praga. 

Apartamentos

O site Christnet relata que a arquidiocese já adquiriu 300 apartamentos, além de um restaurante. Eles também estão em negociações para comprar um prédio que adicionaria outros 100 apartamentos às suas listas até 2025. 

Estima-se que a arquidiocese precisará ganhar cerca de meio bilhão de coroas tchecas anualmente para cobrir suas despesas. Não está claro quanto desses 500 milhões de coroas viriam do aluguel de apartamentos, mas a arquidiocese tem várias outras fontes de receita, incluindo 140.000 hectares de floresta. 

Tags:
EconomiaEuropaIgreja
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia