Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa: fomos feitos para olharmos nos olhos uns dos outros, não nos celulares

POPE-FRANCIS-GENERAL-AUDIENCE-PAUL-VI-HALL-DECEMBER-07-2022

Antoine Mekary | ALETEIA

Kathleen N. Hattrup - Reportagem local - publicado em 16/12/22

Dirigindo-se aos jovens, o Papa afirmou que nossos olhos são feitos para transmitir alegria, não para olhar para um mundo virtual em nossas mãos

O Papa Francisco encorajou os jovens a resistirem à tentação de se fecharem em si mesmos, dizendo que isso é um grande risco para os jovens de hoje. “O Senhor não quer que passemos nossos dias fechados em nós mesmos. E este é um grande risco para um jovem hoje: passar dias inteiros com o celular na frente dos olhos. Não, nossos olhos são feitos para olhar os olhos dos outros”, disse o Papa em 15 de dezembro em um breve discurso aos jovens da Ação Católica Italiana.

Ele ofereceu uma meditação sobre um verbo “fácil e essencial”, que Jesus usa para nos exortar:

“‘Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações’ ( Mt  28,19). É um pedido que o Senhor faz a cada cristão em todos os tempos. Jesus usa um verbo fácil e essencial: ir”.

Movimento

O Papa continuou:

“Alguns podem pensar que, para ser um bom cristão, é preciso acima de tudo reflexão, meditação. Em vez disso, Jesus diz: Vão! É um verbo decisivo, pois transforma o discípulo em um apóstolo, faz dele um missionário. E vocês também, queridos amigos, são chamados a ir, porque Deus não gosta quando ficamos preguiçosos no sofá; Ele nos quer em movimento, em movimento, prontos e dispostos a nos colocarmos em jogo”.

Para onde?

O Papa continuou a reflexão com a pergunta: “Para onde vamos? A quem?” E a resposta vem do próprio Jesus: “Para os outros, para – diz Jesus no Evangelho – todos os povos, sem excluir ninguém”, afirma o Santo Padre.

Para Francisco, somos feitos para transmitir nossa experiência de conhecer Jesus. Disse o Pontífice:

“Nosso olhar, nossos olhos são feitos para transmitir a alegria de ter encontrado Jesus, aquela amizade que transforma a existência, que nos faz abraçar a vida e nos permite descobrir sua beleza.”

Com outros

O Papa prosseguiu enfatizando que, em nosso esforço missionário, devemos estar unidos aos outros.

“Para testemunhar o amor de Jesus, é necessário ir a campo não individualmente, mas juntos, como um grupo. É necessário, em outras palavras, formar uma equipe, descobrir que somos irmãos e irmãs em um mundo que tende a nos isolar, nos dividir, nos colocar uns contra os outros; que diz a você: pense em si mesmo e não se preocupe com os outros.

Em vez disso, o segredo é justamente cuidar dos outros. E assim também se cuida. Partimos daqui, de ver em cada pessoa não um adversário, mas um companheiro de equipe, um filho de Deus: este é o espírito com o qual venceremos a indiferença.” 

Tags:
InternetJovensPapa FranciscoReligiãotecnologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia