Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco às famílias: “desejo-lhes serenidade”

Pope Francis during his weekly general audience in St. Peter's square at the Vatican

Antoine Mekary | ALETEIA

Francisco Vêneto - publicado em 22/12/22

Ele destacou o exemplo de Jesus, Maria e José e a sua simplicidade na fé em Deus

O Papa Francisco recebeu neste dia 22, para o já tradicional encontro de Natal, os funcionários da Santa Sé e do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano.

Ele recapitulou “a fase crítica da pandemia” e os motivou a trabalharem juntos pela “retomada”, seguindo o exemplo da Sagrada Família:

“No coração de Maria e José havia uma serenidade de fundo, que vinha de Deus e da consciência de fazer a sua vontade, de buscá-la juntos, na oração e no amor recíproco. É por isso que hoje, acima de tudo, eu desejo a vocês serenidade: serenidade para cada um de vocês e para suas famílias”.

Francisco ressaltou às famílias que a serenidade “não significa que tudo esteja bem, que não haja problemas, que não existam dificuldades”. E completou:

“Não é isso. A Sagrada Família de Jesus, José e Maria nos mostra isso. Isto é o que desejo a vocês: que cada um de vocês tenha fé em Deus e que, nas suas famílias, haja a simplicidade de confiar na sua ajuda, de rezar e agradecer (…) Desejo-lhes serenidade no coração, nas relações familiares, no trabalho. Serenidade”.

O Papa incluiu nesses votos também as crianças, já que muitas estavam ali presentes com seus pais.

“Sair melhor de uma crise não acontece por magia. Deve-se trabalhar em cima de si mesmo, com calma, pacientemente. Neste momento da história do mundo, somos chamados a sentir uma responsabilidade maior de fazer a nossa parte na construção da paz.

E isso tem um significado especial para nós que vivemos e trabalhamos na Cidade do Vaticano. Não porque este pequeno Estado, o menor do mundo, tenha qualquer peso especial, não por causa disso; mas porque temos como Chefe e Mestre o Senhor Jesus Cristo, que nos chama a unir o nosso humilde compromisso diário com a sua obra de reconciliação e paz”.

Francisco reforçou às famílias um conselho que deu várias vezes para preservar a serenidade nas relações: nunca “falar mal dos outros”:

“Se só fizéssemos isso, já seríamos criadores de paz em todos os lugares! Se houver algo errado, vamos falar sobre isso diretamente com a pessoa interessada, com respeito e franqueza. Sejamos corajosos!”.

Tags:
FamíliaJesusMariaPapa FranciscoPazReligião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia