Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Jordânia: projeto de 100 milhões de dólares vai revitalizar local do batismo de Jesus

jordan-baptism-jesus-site

Jeffrey Bruno | JTB | Aleteia

Manuella Affejee - publicado em 26/12/22

O projeto pretende ampliar as instalações existentes, respeitando a integridade e a "espiritualidade" do lugar classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO

O ano de 2030 marcará o bimilenário do batismo de Jesus nas margens do rio Jordão. E a Jordânia, que abriga um dos supostos locais deste importante episódio narrado pela Bíblia, quer estar pronta para este evento. 

Por isso, a região de Al-Maghtas, que fica a poucos quilômetros da cidade de Jericó e que seria a “Betânia além do Jordão” mencionada pelo evangelista João (Jo 1, 28), deverá ser totalmente redesenhada, segundo um projeto apresentado na presença do rei Abdallah II e do seu conselheiro para os assuntos religiosos, o príncipe Ghazi Ben Mohammed. 

O projeto tem custo estimado de 100 milhões de dólares e pretende ampliar as instalações existentes, respeitando a integridade e a “espiritualidade” deste lugar classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

“Uma Aldeia Bíblica” recriada

Entrevistado pelo Serviço de Notícias Religiosas, o principal promotor do projeto e ex-ministro do Trabalho, Samir Murad, afirma que rejeitou propostas de hotéis de luxo, privilegiando o conceito de “aldeia bíblica, que tenta recriar uma experiência de 2.000 anos”, com preços mais acessíveis em hospedagens para peregrinos que desejarem passar um tempo no local. 

A obra deverá decorrer em duas fases. A primeira, orçada em 15 milhões de dólares, deverá ficar pronta em 2023. A segunda, no valor de 85 milhões de dólares, contempla a construção de um “hotel de três estrelas, uma área comercial, um museu, um centro de bem-estar, bem como jardins botânicos”. A ideia é “criar uma atmosfera semelhante à da Cidade Velha de Jerusalém”, garante Murad.

Redescoberta em 1994, as escavações arqueológicas de Al-Maghtas revelaram, em particular, as ruínas de igrejas e mosteiros do período bizantino, bem como cavernas de eremitas e fontes batismais. Prova de que este local é objeto de uma antiga veneração. 

Tags:
BatismoBíbliaJesusViagem
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia