Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 04 Fevereiro |
Santo Eutíquio de Roma
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Direto do Vaticano: Quem serão as personalidades de 2023 na Igreja?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Cardinal Walter Brandmuller

Antoine Mekary | ALETEIA

I.Media para Aleteia - publicado em 28/12/22

Seu Boletim Direto do Vaticano de 28 de dezembro de 2023

Por Cyprien Viet e Hugues Lefèvre: As viagens do Papa, sínodos, provações… O ano 2023 já está cheio de eventos que colocarão em evidência as personalidades da Igreja Católica. Aqui está uma lista de números que devem estar nas notícias no próximo ano.

Cardeal Fridolin Ambongo, uma voz para a África

Defensor ferrenho do Estado de Direito na República Democrática do Congo (RDC), o Cardeal Fridolin Ambongo dará as boas-vindas ao Papa Francisco em seu país em 31 de janeiro. Esta viagem, inicialmente prevista para julho de 2022, colocará em evidência este país africano, onde quase um terço da população é católica (de mais de 100 milhões de habitantes), e onde a Igreja desempenha um papel fundamental na vida política, social, educacional e de saúde.

Membro desde 2020 do Conselho de Cardeais, que assessora o Papa Francisco em sua reforma da Cúria Romana, o Arcebispo de Kinshasa segue os passos de seu antecessor, o carismático e poderoso Cardeal Laurent Monsengwo, que morreu em 2021. Um homem de físico impressionante, o Cardeal Fridolin Ambongo tornou-se uma das grandes vozes da Igreja na África sob o pontificado de Francisco. Ele não hesita em apelar para a comunidade internacional para que enfrente a grave violência no leste da RDC.

O Cardeal Manuel Clemente e o retorno da JMJ à Europa

O Patriarca de Lisboa dará as boas-vindas ao Papa Francisco em sua diocese para a JMJ em agosto. Adiada por um ano devido à pandemia, este encontro marcará o retorno da JMJ à Europa, sete anos após Cracóvia, em 2016. A JMJ polonesa é uma referência com 700.000 inscritos e mais de dois milhões de participantes na missa final. Mas a assistência pode ser menor desta vez, dado o impacto da pandemia e da guerra na Ucrânia, e a poderosa secularização da juventude europeia, que agora está afetando antigas fortalezas católicas como a Polônia e a Itália.

O Cardeal Clemente, até então bispo do Porto, foi nomeado para a sede patriarcal de Lisboa pelo Papa Francisco em 18 de maio de 2013, e foi criado cardeal em 2015. O ex-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa fará 75 anos em 18 de julho, podendo, portanto, aposentar-se após a JMJ, no final de uma década de episcopado em Lisboa, marcada por uma certa fragilidade do catolicismo. Uma vez como força de consenso social, a Igreja portuguesa foi apanhada em escândalos de abuso com a publicação de um relatório de uma comissão independente que documentou mais de 400 casos de abuso sexual na igreja local.

O Cardeal Peter Erdö, um “conservador iluminado” visitado pelo Papa?

Primaz da Hungria há mais de 20 anos, o Cardeal Erdö, 70 anos, tornou-se uma figura-chave no episcopado europeu e encarna um “conservadorismo iluminado” no qual o Papa confiou em particular ao nomeá-lo como relator dos dois Sínodos sobre a família organizados no Vaticano em 2014 e 2015. Após ter recebido brevemente o Papa Francisco em sua diocese de Budapeste, em setembro de 2021, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional, ele poderia recebê-lo novamente para uma visita mais extensa à Hungria, potencialmente na primavera de 2023. As datas ainda não foram anunciadas, mas o governo está se preparando ativamente para isso.

Esta viagem poderia marcar a aproximação entre a Santa Sé e a Hungria. Tanto o Primeiro Ministro populista Viktor Orban quanto o novo Presidente Katalin Novak foram recebidos pelo Papa Francisco no Vaticano em 2022, mostrando convergências notadamente sobre a questão do acolhimento dos refugiados ucranianos. O Cardeal Erdö, que está próximo às autoridades húngaras, contribuiu para a manutenção dos laços entre Budapeste e o Papa, para quem sempre demonstrou grande lealdade apesar de suas diferenças de sensibilidade. Ele conhece bem o funcionamento de uma visita papal: como simples sacerdote, Peter Erdö foi um dos organizadores da viagem de João Paulo II à Hungria em 1996.

Gabriella Gambino ou Linda Ghisoni, uma futura prefeita?

As duas subsecretárias do dicastério dos Leigos, Família e Vida poderiam encontrar-se no centro das atenções em 2023, com o objetivo de suceder ao atual prefeito do dicastério, o cardeal americano-irlandês Kevin Farrell, que já atingiu o limite teórico de 75 anos de idade, e que poderia se aposentar após a JMJ em Lisboa. O Papa indicou que gostaria de nomear uma mulher para dirigir um dicastério, e este parece plausível.

Gabriella Gambino, teóloga e especialista em bioética, foi a força motriz por trás do Encontro Mundial das Famílias organizado em Roma em junho passado, em um contexto difícil dada a persistência da pandemia da Covid-19. Menos conhecida na mídia, a jurista Linda Ghisoni também poderia estar qualificada para liderar este complexo dicastério, que está encarregado de supervisionar as associações de fiéis.

Em 2022, o rejuvenescimento e diversificação do pessoal deste dicastério incluiu a nomeação de um secretário totalmente inesperado, na pessoa do brasileiro Gleyson de Paula Souza, 38 anos, ex-seminário e professor de religião simples de uma escola secundária de Puglia. O tumulto causado por esta nomeação sugere que o cargo de prefeito será ocupado por uma pessoa mais experiente, através de promoção interna.

Hollerich-Grech-Becquart, 3 figuras para um sínodo

Inaugurado em outubro de 2021, o Sínodo sobre o futuro da Igreja ganhará impulso ao longo de 2023 com a realização de assembléias continentais em fevereiro-março próximo e, em seguida, a abertura da primeira assembléia universal em outubro, em Roma. Neste processo global, que deve tornar a Igreja mais participativa e acolhedora e menos clerical e centralizada, várias personalidades estão surgindo.

Este ano, a BBC incluiu em sua lista das 100 mulheres mais influentes e inspiradoras Irmã Nathalie Becquart, “número 2” do Sínodo dos Bispos – a estrutura que coordena o processo. No próximo ano, ela poderá se tornar a primeira mulher a votar em um sínodo. Seu ‘N+1’, o Cardeal Mario Grech, também deve estar muito presente nestes passos decisivos para o futuro da Igreja Católica, já que as tensões no Sínodo sobre questões sensíveis como a ordenação de mulheres, de homens casados, a moralidade sexual da Igreja e a homossexualidade são muito fortes.

Como relator do Sínodo, o Cardeal luxemburguês Jean-Claude Hollerich terá a delicada tarefa de orquestrar a síntese deste sínodo, que é inédita na história da Igreja. Um papel eminentemente estratégico.

Bispo Claudio Gugerotti, em breve será cardeal?

É um dos grandes compromissos do ano. Em novembro, o Papa Francisco escolheu Monsenhor Claudio Gugerotti para suceder o Cardeal Leonardo Sandri como chefe do dicastério para as Igrejas Orientais. O diplomata, nascido em 1955, herda esta estrutura que administra e coordena a vida das Igrejas Católicas Orientais. No contexto da guerra na Ucrânia, esta escolha do Papa não é uma questão de sorte, pois este italiano foi núncio em Belarus a partir de 2011, depois, em 2015, na Ucrânia, antes de se tornar núncio na Grã-Bretanha em 2020.

Seu novo cargo de prefeito significa que um consistório será realizado nos próximos meses para criá-lo um cardeal. Naturalmente, o Papa Francisco não é obrigado a colocar um cardeal à frente deste dicastério. Mas, com efeito, ajudaria a estabelecer sua legitimidade e autoridade em suas futuras relações com sacerdotes, bispos e patriarcas orientais. Seus dois predecessores neste posto foram criados cardeais após sua nomeação – Leonardo Sandri em 2007 e Ignatius Moussa I Daoud em 2000.

Giuseppe Pignatone, um juiz para um julgamento extraordinário

Especialista em crime organizado, Giuseppe Pignatone foi trazido da aposentadoria em 2019 pelo Papa Francisco para chefiar o Tribunal de Estado da Cidade do Vaticano. Desde 2021, este magistrado, que deixou sua marca em grandes julgamentos contra a máfia na Itália, está ao leme do famoso caso do Edifício Londres, um julgamento em grande escala que supostamente esclarece o desvio de fundos que afeta a Secretaria de Estado e no qual há dez réus. O siciliano já entrou na história judicial do pequeno Estado chamando um cardeal para depor, na pessoa do Cardeal Angelo Becciu.

Se o julgamento está progredindo laboriosamente – já mais de 40 audiências – o ano de 2023 poderá ver avanços decisivos, e isto já em janeiro, com a audiência como testemunha do Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin, uma espécie de “Primeiro Ministro” do Papa Francisco.

O que segue para o Cardeal Tagle?

Ele havia se tornado uma figura de destaque quando assumiu a poderosa Congregação para a Evangelização dos Povos em 2019. Em Roma, o nome do cardeal filipino estava até sistematicamente na lista de papabile. Mas desde a entrada em vigor da Constituição Praedicar Evangelium em 5 de junho passado, o cardeal filipino não tem mais um papel oficial na Cúria, mesmo que ele continue a trabalhar no que se tornou o dicastério para a Evangelização. Agora encabeçado pelo próprio Papa, o Papa não fez nenhuma nova nomeação do cardeal asiático, nem o nomeou oficialmente como pró-prefeito deste dicastério.

Além desta situação, sua posição dentro da Caritas Internationalis, a confederação que coordena a ação das 162 organizações humanitárias centrais da Igreja Católica, também é incomum. Enquanto era presidente, ele mesmo teve que anunciar a decisão do Papa de demitir a liderança da Cáritas e nomear um comissário extraordinário. Nesta configuração transitória, o Cardeal Tagle é agora apenas um assistente do comissário.

Nos corredores da Cúria, o caso do Cardeal Tagle está causando agitação. Alguns não hesitam em dizer que ele está em queda, enquanto outros acreditam que o Papa se prepara para nomeá-lo prefeito de outro dicastério, o dos bispos, por exemplo.

Maximino Caballero Ledo, um leigo

O novo prefeito da Secretaria da Economia (SPE) – um leigo, pela primeira vez, depois de um cardeal e um padre – assumiu seu cargo com pressa no dia 1º de dezembro, após a inesperada demissão, oficialmente por motivos de saúde, do padre Juan Antonio Guerrero, que ocupava o cargo desde 1º de janeiro de 2020. Maximino Caballero Ledo, 63 anos, casado e pai de dois filhos, foi nomeado secretário deste órgão no final do verão de 2020. Ele representa a continuidade com o Padre Guerrero, de quem é amigo de infância. Este espanhol passou a maior parte de sua carreira no setor privado, notadamente nos Estados Unidos.

Entre as novas prerrogativas deste órgão está o estabelecimento de um departamento de recursos humanos para supervisionar todas as contratações no Vaticano. Isto representa um grande desafio para a organização do trabalho nos diversos órgãos da Cúria, que estão sujeitos a restrições e ritmos muito diferentes. Nos últimos meses, os atrasos no processamento dos contratos de trabalho têm causado grande tensão entre a Secretaria de Economia e os outros dicastérios, que esperam uma maior fluidez e eficiência uma vez que a organização esteja melhor estabelecida em 2023.

Arcebispo Timothy Broglio, o desafio da unidade da Igreja americana

O novo presidente da Conferência Episcopal Americana foi apresentado na época de sua eleição como uma figura polarizadora: este prelado de 71 anos, que é bispo das Forças Armadas desde 2007, havia sido anteriormente secretário do Cardeal Angelo Sodano, então Secretário de Estado sob João Paulo II. Ele foi apresentado pela mídia como detentor de uma linha muito conservadora.

Em sua primeira visita a Roma no final de novembro, o Arcebispo Timothy Broglio fez questão de corrigir esta impressão, mostrando seu apoio ao processo sinodal e sua lealdade ao Papa Francisco. Entrevistado pela Rádio Vaticano, ele garantiu à audiência sua participação ativa nas reuniões sinodais organizadas conjuntamente pelos bispos do Canadá e dos Estados Unidos, inclusive as em francês, língua que ele domina graças à sua formação como diplomata pontifício.

No ano 2023, que será marcado pelo início da campanha presidencial, o Arcebispo Broglio, que disse que gostaria de se encontrar pessoalmente com o Presidente Joe Biden, terá a delicada tarefa de unir um episcopado que reflita a polarização dos católicos e do país.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
Direto do VaticanoIgrejaPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia