Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

O tormento do esforço para fazer as atividades diárias

zasmucony mężczyzna siedzi w ławce w pustym kościele

fotoshort | Shutterstock

Aleksander Banka - publicado em 13/01/23

Deus se importa com nosso sofrimento mental? A cura de que a Bíblia tanto fala se aplica a essa área também?

Para muitos, é a prosa dolorosa e dramática da vida cotidiana. O esforço avassalador de abrir os olhos pela manhã, sair da cama, realizar suas atividades diárias. Alguns até desistem. 

Um medo profundo e sem esperança ou um sentimento depressivo generalizado de vazio e falta de sentido impacta tanto a vida, que muitos são incapazes de seguir em frente.

Assim, muitas pessoas perduram na escuridão do pesadelo do espírito, sem enxergar em nenhum lugar uma chance de resgate.

Por outro lado, há muitos que estão lutando. Buscam ajuda de psicoterapeutas, remédios que lhes dêem alívio, apoio humano. Gente que luta contra sua escuridão mental, tentando ver luz nela. Pessoas que andam pelas ruas, vivem entre nós e não costumam mostrar sua dor interior. Às vezes, o olhar atormentado revela involuntariamente os traços da luta que travam.

Mas Deus se importa com nosso sofrimento mental? A cura de que a Bíblia tanto fala se aplica a essa área também? 

Intuitivamente, sentimos que sim. Afinal, Deus não limita à ação de sua graça a uma única esfera – a física – e se preocupa com o homem como um todo.

Tormento e tortura

Essa intuição é plenamente justificada, e tem sua confirmação no texto bíblico. 

Interessante – a esse respeito – é uma passagem do quarto capítulo do Evangelho de São Mateus sobre como a notícia dos ensinamentos e sinais de Jesus “se espalhou por toda a Síria”:

“Traziam-lhe os doentes e os enfermos, os possessos, os lunáticos, os paralíticos. E ele curava a todos.”

Mt 4,24

Quem decidir consultar adicionalmente o texto grego do Evangelho descobrirá que o que muitas vezes é traduzido como “doença” esconde a palavra  βασανοις  ( basanois ), que significa literalmente tormento, tortura. Estas são palavras comoventes e poderosas.

É significativo que o texto bíblico não esconda esse tipo de tormento sob o termo geral de “doenças” – entendidas nesse contexto mais como doenças físicas – mas as separe, tornando-as uma categoria à parte. Por quê?

Peça a cura

Talvez apenas para enfatizar que entre “todos” os trazidos a Jesus também existiam aqueles que sofriam com outros tipos de tormento além daqueles relacionados à doença física, e que o amor carinhoso de Jesus tem uma resposta curativa para eles… 

Talvez para dar esperança àqueles que ainda lutam contra várias formas de tormento mental em suas vidas, muitas vezes sem encontrar ajuda para si mesmos e uma saída para a armadilha emocional…

A mensagem de cura que Deus dá é uma boa notícia para eles também. 

E o ponto não é abandonar as formas básicas de ajuda especializada, mas também pedir a cura a Deus com ousadia e confiança .

Afinal, nada é impossível para Ele. Ele é capaz de endireitar o mais tortuoso destino humano e tirar nossas vidas das profundezas das trevas.

Tags:
BíbliaCuraDepressãotristeza
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia