Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
São João Maria, chamado Muzei ou Ancião
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Os rituais, a força que transforma o casal

Casal cozinhando junto

Jacob Lund | Shutterstock

Marzena Devoud - publicado em 16/01/23

Tomar um café, fazer uma viagem: rotina ou ritual? Por que esses gestos se tornam sagrados na vida de um casal? Aqui estão as respostas de quatro casais em poucas palavras

Qual é a diferença entre rotina e ritual? À primeira vista, não é fácil distingui-los. Tomar café da manhã juntos todos os sábados, ir ao mercado no domingo, passar o último fim de semana das férias de verão em um mosteiro… Estas coisas podem não ser extraordinárias em si mesmas. No entanto, há apenas uma coisa que diferencia a rotina do ritual: a intenção que o casal coloca nele. É o que diz o sociólogo Jean-Claude Kaufmann, especialista em casais e na vida cotidiana e autor de “La trame conjugale”. De acordo com ele, o ritual é uma rotina, mas que é vivida como significativa. É um “momento de construção”, um momento de vida mais intensa que permite aos casais transformar a rotina em um momento de alegria. O poder do ritual vem do fato de que ele “surge de si mesmo”, muito naturalmente. Este é um sinal de que o casal está se harmonizando sobre a visão de sua vida conjugal.

No ritual, os gestos substituem as palavras. Naturalmente, não se trata de não falar. Mas o que dizemos um ao outro é obviamente menos importante do que o fato de que estamos falando. É aqui que reside o poder do ritual, que pode fortalecer significativamente o casal. É um marco que ajuda a encontrar profundidade e singularidade. Ele nos lembra que o casamento tem a ver com ser inteiro. Aqui estão quatro testemunhos e quatro rituais inspiradores.

1UM FIM DE SEMANA EM UM MOSTEIRO

“Veio muito naturalmente”, disseram Marc e Anne-Fleur, pais de dois adolescentes em Lyon, à Aleteia. Para o casal, as férias de verão são sempre uma oportunidade de ver seus irmãos, primos e amigos. “Para nós, passeios familiares e grandes jantares com muitas crianças são sinônimo de férias. Mas intuitivamente, desde o início de nosso casamento, tivemos a ideia de reservar um fim de semana para dois, em um mosteiro, em um belo canto do país”, continua Marc. Foi uma perspectiva alegre terminar o verão juntos em um lugar lindo e rejuvenescedor. É também uma forma de recarregar as baterias antes de voltar à maratona do novo ano letivo: “É um ritual que dá frutos ao longo dos meses seguintes, especialmente em momentos difíceis ou sensíveis”, admitem Marc e Anne-Fleur.

2CROISSANTS E CAFÉ AOS SÁBADOS

“Quando eu era criança, eu gostava de observar nossos vizinhos. Todas as manhãs o marido ia à padaria para comprar croissants, enquanto sua esposa fazia café. Então, tomariam o café da manhã juntos. No verão, em sua varanda. Havia algo fascinante naquela imagem, uma felicidade simples”, diz Bénédicte, 34 anos, casada com Yan e mãe de Léo, de 3 anos. Foi justamente no momento de seu nascimento que o ritual dos vizinhos veio à mente. “Como a saúde de Leo é frágil e ele requer muita atenção, nós nos concentramos nele… e Yan e eu nos perdemos de vista. Numa manhã de sábado, tive a idéia de trazer croissants, contando-lhe a história de meus vizinhos. Desde então, adotamos seu ritual! Yan vai à padaria para pegar os croissants e eu preparo o café. Tudo acontece no preparo do café. É um momento de verdadeiro prazer, nosso pequeno deleite de fim de semana. Até mesmo Léo chegou a aceitá-lo”, diz Bénédicte.

3UM BATE PAPO SOBRE O DIA

Para Alain e Margot, 58 anos, o retorno do trabalho é sempre um momento sensível. Margot é médica. Ela sempre precisa de um momento para desligar: tomar um banho, trocar de roupa, ter alguns momentos sozinha no sossego. Enquanto isso, Alain, um professor de música, prepara o aperitivo. Então o casal se senta junto no sofá, conversando e contando um ao outro sobre seu dia. “Este ritual é o resultado de conversas e até de grandes discussões, durante as quais conseguimos encontrar nossa própria maneira de nos reunir todos os dias”, diz Margot à Aleteia. “Eu preciso estar perto de meu marido, e ele precisa estar perto de mim”. Mas não imediatamente após voltar para casa do trabalho. Hoje, esta reunião, após um dia às vezes muito difícil, é sagrada para nós. É um momento para falar de nossos dias, para relaxar juntos, como uma transição entre o trabalho e a vida familiar. Apesar de trabalharmos muito, temos este pequeno compromisso diário que é imutável. Sem isso, sentimos que estamos nos perdendo”, acrescenta, enfatizando que vale realmente a pena inventar um ritual que agrade a todos.

4UM ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO A CADA MÊS

Que melhor momento para renovar a promessa de casamento do que no momento em que as coisas não estão indo tão bem? Para François e Caroline, pais de duas filhas jovens, foi uma ideia maravilhosa. Por que não comemorar seu aniversário de casamento todo dia 9 de cada mês? “Não me lembro como tivemos a ideia”, diz François. Cada um prepara uma pequena surpresa para o outro durante o dia. No mês passado, François pensou em enviar a sua esposa uma mensagem de texto com uma breve oração de gratidão por seu casamento. Caroline teve a ideia de fazer uma história ilustrada das pequenas alegrias recentemente passadas com a família. “Durante nossa oração noturna, às vezes à distância, às vezes com nossos filhos, lemos nossa promessa matrimonial: “Diante de Deus, eu te recebo novamente e me entrego a ti”. “Renovo minha promessa de permanecer fiel a minha família, na felicidade e nas provações, na saúde e na doença, de amá-los todos os dias da minha vida”.

“Um ritual que transcende e dá força real à vida cotidiana”, afirmam François e Caroline.

Tags:
AmorCasamentoFamília
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia