Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Por que João Batista foi decapitado?

São João Batista decapitado

Public Domain

São João Batista decapitado, em pintura de Rembrandt

Pe. Cido Pereira - publicado em 19/01/23

Ele denunciou o pecado de Herodes - mas foi a filha da concubina de Herodes quem pediu a cabeça do profeta

O pe. Cido Pereira mantém uma coluna de perguntas e respostas no portal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, e ali recebe dúvidas frequentes de leitores. Uma das leitoras quis saber por que João foi preso e decapitado.

O sacerdote contextualizou:

“Minha irmã, a história de João Batista você conhece. Seus pais eram o sacerdote Zacarias e Isabel. Este casal não tinha filhos. E um anjo anunciou a Zacarias, durante uma celebração que ele presidia, que ele seria pai de um menino. Zacarias duvidou e ficou mudo até que nasceu o seu filho e lhe deram o nome de João.

João era primo de Jesus, e ele foi anunciado pelos profetas como uma voz que prepararia os caminhos do Senhor. A Zacarias disse o anjo que ‘ele será grande perante o Senhor; não beberá nem vinho, nem bebida fermentada, e será repleto do Espírito Santo desde o seio de sua mãe. Ele reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus: e ele mesmo caminhará à sua frente…’ (Lc 1,15)”.

A propósito do que levou ao martírio de São João Batista, o pe. Cido prosseguiu:

“São João Batista denunciou o pecado do governador da Galileia: Herodes, que escandalosamente tinha raptado Herodíades – sua cunhada –, e com ela vivia como esposo. Herodes prendeu João. E numa festa, Salomé, a filha de Herodíades, dançou para Herodes. Ele ficou encantado e disse que pedisse o que quisesse que ela daria. E a menina, influenciada pela mãe, pediu a cabeça de João Batista. Herodes mandou, então, decapitar João e a cabeça dele foi entregue à menina numa bandeja.

‘Preso por Herodes Antipas em Maqueronte, na margem oriental do Mar Morto, aconteceu que a filha de Herodíades (Salomé) encantou o rei e recebeu o direito de pedir o que desejasse, sendo assim, proporcionou o martírio de João Batista, pois realizou a vontade de sua vingativa mãe: Quero que me dês imediatamente, num prato, a cabeça de João, o Batista (Mc 6,25)'”.

O padre finalizou:

“É bom que você saiba, Noemia, que a Bíblia fala tanto do nascimento quanto da morte de João Batista, e a Igreja celebra estes dois fatos. O nascimento, em 24 de junho; e a morte, em 29 de agosto”.

Tags:
BíbliaevangelhoMártiresSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia