Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Quando a generosidade se transforma em arrogância

Red heart in child hands

Oksana Mizina | Shutterstock

Cerith Gardiner - publicado em 19/01/23

Já deu algum presente e percebeu que a pessoa se sentiu mal ou na obrigação de retribuir à altura? Entenda por que, muitas vezes, os presentes mais simples podem ser os mais apreciados

O Natal já passou e você ainda se sente frustrado(a) porque um presente que você deu não foi recebido com entusiasmo?

Às vezes, mesmo com a melhor das intenções, oferecemos presentes que podem deixar o destinatário desconfortável. Talvez eles sejam vistos como muito extravagantes ou tão atenciosos que fazem a outra pessoa se sentir sem graça. Ou talvez o destinatário sinta que não merece tal presente.

Isso me ocorreu outro dia, quando saí para almoçar com meu filho mais novo. No caminho para o café, encontrei um amigo e trocamos uma rápida conversa. 

Depois do almoço, fui pagar a conta e o garçom explicou que o meu amigo já tinha acertado. Foi um ato extremamente generoso, mas eu me senti estranha – quase como se tivesse sido encurralada.

De fato, quando fazemos coisas generosas, esses atos podem ser mais sobre nós e menos sobre o destinatário.

Generosidade ou arrogância?

Por exemplo: uma amiga recentemente me contou sobre um presente que o marido dela lhe deu. Tratava-se de chaleira moderna, que podia ferver água em diferentes temperaturas para diferentes tipos de chá. Detalhe: minha amiga não bebe chá. Seu marido, porém, adora! Portanto, este foi um daqueles presentes que agradam só quem está oferecendo.

Há também aqueles presentes ou atos de generosidade que são tão extravagantes que a pessoa que o recebe se sente inadequada, pois não pode retribuir por vários motivos: dinheiro, criatividade ou até tempo.

Isso não te impede de dar presentes maravilhosamente extravagantes, mas certifique-se de o mimo não vai deixar quem o recebe se sentindo mal. 

Ao longo do próximo ano, sem dúvida, você comprará presentes para outras pessoas ou oferecerá sua ajuda aos necessitados. Isso pode proporcionar grande alegria aos outros. No entanto, verifique seus motivos e lembre-se de que, às vezes, os presentes mais simples podem ser os mais apreciados.

Tags:
AmizadeRelacionamentosolidariedadeValores
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia