Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Coreia do Norte é o país “mais fechado do mundo ao Evangelho”

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Coreia do Norte

Robsonphoto | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 23/01/23

Regimes comunistas e radicalismo islâmico aparecem sistematicamente no topo das causas da perseguição

A Associação Portas Abertas (Open Doors), que monitora a perseguição aos cristãos em todo o planeta, declarou que a Coreia do Norte é o país “mais fechado do mundo ao Evangelho”. A organização acrescenta que a ditadura comunista norte-coreana ocupa há duas décadas o trágico título de pior país do mundo para os cristãos.

De fato, a Coreia do Norte esteve em primeiro lugar na lista de maiores perseguidores de cristãos durante 20 anos ininterruptos (2002-2021). Em 2022, ficou em segundo lugar não porque a situação tivesse melhorado, mas porque o Afeganistão tomou o pódio da vergonha devido ao brutal recrudescimento da perseguição movida pelos fanáticos talibãs, que haviam acabado de reconquistar o poder no país de forma sangrenta. Em 2023, a Coreia do Norte já está de volta ao posto de maior carrasco dos cristãos no planeta, e, segundo a Portas Abertas, com agravantes: os ataques aos cristãos no país teriam atingido o seu ponto mais crítico dos últimos 30 anos.

Os cristãos norte-coreanos, denuncia o relatório da Portas Abertas, “não têm espaço na sociedade”, já que não podem realizar nenhum tipo de culto não só em público, mas nem sequer em privado, sob constante ameaça de selvagens punições – que incluem prisão, tortura, campos de concentração e assassinato sumário.

“Quando um cristão norte-coreano é preso, ele tem dois destinos possíveis: ser morto ou passar a vida em campos de trabalho forçado, onde é submetido a diversas violações dos direitos humanos, como tortura, fome e violência sexual. Os familiares recebem a mesma sentença”.

A Portas Abertas atualiza anualmente a Lista Mundial da Perseguição, que denuncia os 50 países que mais promovem a perseguição aos cristãos no mundo.

Regimes comunistas e radicalismo islâmico aparecem sistematicamente no topo das causas da perseguição.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
comunismoIdeologiaMuçulmanosPerseguiçãoReligião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia