Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Criticar as famílias numerosas é inconveniente e desumano

Família numerosa

YanLev | Shutterstock

Pe. Gabriel Vila Verde - publicado em 26/01/23

Não querer ter filhos é uma escolha, mas essa escolha não dá o direito de criticar ou condenar as famílias numerosas

Não querer ter filhos é uma escolha, mas essa escolha não dá o direito de criticar ou condenar as famílias numerosas. Quando você encontrar um casal com muitos filhos, não seja inconveniente ao ponto de perguntar se eles não possuem televisão em casa, ou se eles não conhecem o preservativo e os mais variados métodos científicos de esterilização da mulher ou do homem. Assim como você não optou por ser pai ou ser mãe, eles fizeram a escolha de gerar filhos, obedecendo a Deus que diz “crescei e multiplicais-vos”. Eles querem também ser fiéis à promessa que fizeram no dia do matrimônio, de serem abertos à vida e receber com fé os filhos que Deus enviar.

Não pergunte como eles conseguem ir ao shopping com tantos filhos ou fazer viagens longas. No coração de um pai e de uma mãe que optaram por ter filhos, o cuidado das crianças está acima de qualquer lazer pessoal ou gosto particular. Ter filhos é viver para eles!

É lógico que estou falando de casais responsáveis, e não de homens que fazem filhos e depois viram as costas, deixando a mãe sozinha. Não tomemos o escandaloso por regra, nem os casos isolados como parâmetro. Nosso modelo é a família como Deus planejou!

Há quem diga: melhor não ter filhos do que gerar pobres e doentes. Então você está dizendo aos pobres e doentes deste mundo que eles são inúteis e nasceram por acaso? Há poucos dias descobri um vídeo de dois irmãos com deficiência visual. Fico imaginando o que passou pela cabeça dos pais, ao conceberem filhos que não enxergam. Hoje os dois irmãos são cantores! Eles não deveriam nascer?

Ser aberto à vida não é feio, não é antiquado, não é vergonhoso. Lembre-se que você, que agora está lendo este texto, só existe porque sua mãe, suas avós, bisavós e gerações passadas não cometeram o terrível crime do ab0rto e nem fizeram mutilações. Minha mãe, por exemplo, vem de uma família humilde de 12 irmãos. Se minha avó optasse por um ou dois apenas, eu não estaria aqui.

Repito: não faça críticas às famílias numerosas, pois além de inconveniente, é ridículo e desumano! Você seria capaz de olhar nos olhos de uma criança e dizer: “você não deveria ter vindo ao mundo”? Se és capaz, repense seus conceitos de humanidade.

Pe. Gabriel Vila Verde, via Facebook

Tags:
AbortoCasamentoFamíliaFilhosIdeologiaVida
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia