Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

A surpreendente tradição polonesa de Nossa Senhora da Vela do Trovão

Nossa Senhora da Vela do Trovão

Piotr Stachiewicz | Wikipedia | Public Domain

Philip Kosloski - publicado em 01/02/23

Em 2 de fevereiro, os católicos poloneses celebram "Nossa Senhora da Vela do Trovão", honrando a sua proteção materna

A Igreja celebra no dia 2 de fevereiro a festa da Apresentação do Senhor, que recorda o dia em que José e Maria apresentaram o Menino Jesus no Templo.

Na Polônia, os católicos também celebram neste mesmo dia a sua devoção a “Nossa Senhora da Vela do Trovão” (Święto Matki Bożej Gromnicznej).

Essa peculiar tradição diz respeito à bênção das velas que ocorre antes da missa desse dia: tradicionalmente, os fiéis poloneses levavam consigo uma vela para ser abençoada durante a missa; a vela acabaria sendo chamada popularmente de “vela do trovão” porque era acesa durante as tempestades, pedindo a proteção de Nossa Senhora. Também era frequente que essa mesma vela fosse acesa para afastar os lobos.

A Universidade de Dayton explica essa tradição:

“A piedade popular relata que Nossa Senhora da Abençoada Vela do Trovão (Matka Boska Gromniczna) toma conta das pessoas nas noites frias de fevereiro. Ela afasta os bandos vorazes e protege os camponeses de todos os perigos”.

Os lobos não são mais uma ameaça frequente na atualidade, mas os católicos poloneses ainda acendem as “velas do trovão” durante as tempestades ou nos seus momentos de oração.

As velas também evocam a Luz de Cristo e recordam que Maria nos guia na escuridão da nossa vida.

A bênção das velas que costumava ser feita nessa festa deixava essas verdades espirituais ainda mais evidentes:

“Derramai a vossa bênção sobre estas velas e santificai-as com a luz da vossa graça. Concedei-nos, misericordiosamente, que, assim como essas luzes acesas com fogo visível dissipam a escuridão da noite, assim o nosso coração, iluminado pelo fogo invisível do esplendor do Espírito Santo, seja liberto da cegueira de todos os vícios; que o olho da nossa mente seja limpo e assim possamos discernir o que é agradável a Vós e proveitoso para a nossa salvação; que, vencidas as trevas perniciosas desta vida, mereçamos alcançar a luz que nunca se apaga”.

Era tradição, também, que estas velas fossem acesas no leito de morte dos fiéis, dando-lhes a esperança de que Maria os guiaria da sua escuridão atual para o fulgor da Luz Eterna.

Nossa Senhora da Vela do Trovão, rogai por nós!

Tags:
DevoçãoMariaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia