Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Igreja Greco-Católica Ucraniana celebrará o Natal com Roma

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Arcebispo Sviatoslav Shevchuk, da Igreja Greco-Católica Ucraniana

Orest lyzhechka | Shutterstock

Arcebispo Sviatoslav Shevchuk, da Igreja Greco-Católica Ucraniana

J-P Mauro - publicado em 09/02/23

Distanciando-se dos elementos culturais russos, os greco-católicos ucranianos estão deixando de lado o calendário juliano e adotando o gregoriano

A Igreja Greco-Católica Ucraniana (IGCU) está mudando a data em que os seus fiéis celebram o Natal. Com isso, já em 2023, os greco-católicos ucranianos celebrarão o nascimento de Cristo juntamente com os católicos romanos, em 25 de dezembro.

Antes da mudança, a IGCU seguia o calendário juliano, que também é usado pela Igreja Ortodoxa Russa e por muitas outras tradições ortodoxas, que celebram o Natal em 7 de janeiro.

Cabe notar que a Igreja Greco-Católica Ucraniana não é ortodoxa, mas sim católica de tradição litúrgica bizantina: ela está em plena comunhão com a Igreja Católica Romana, porém preserva tradições históricas e ritos litúrgicos próprios. É uma das 24 Igrejas autônomas que constituem a grande comunhão da Igreja Católica. Saiba mais a respeito:

Embora estejam em plena comunhão com Roma, os greco-católicos ucranianos, por razões culturais e históricas, não haviam até agora adotado o calendário gregoriano que a Igreja Católica implantou em 1582. Eles vinham mantendo, para fins litúrgicos, o uso do antigo calendário juliano.

Conforme observado pela agência Reuters, a presente mudança ocorre num momento em que o povo ucraniano procura distanciar-se da cultura russa.

Uma pesquisa online realizada em dezembro de 2022 para avaliar o apoio da população ucraniana à mudança do calendário litúrgico apontou que cerca de 60% dos 1,5 milhão de entrevistados são favoráveis. De acordo com o portal The Pillar, o número sobre para 90% entre os católicos romanos ucranianos.

O arcebispo-mor Sviatoslav Shevchuk revelou que a decisão foi tomada durante uma reunião sinodal dos bispos da IGCU neste início de fevereiro. Vale registrar que a data do Natal divergirá do calendário juliano, mas as datas das festas móveis e da celebração da Páscoa ainda permanecerão como antes.

Shevchuk informou que a mudança entrará em vigor em 1º de setembro, mas as paróquias disporão de mais tempo para se ajustar ao novo calendário. Espera-se que toda a Igreja Greco-Católica Ucraniana esteja adaptada ao calendário gregoriano para o Natal de 2025.

A mudança deverá afetar cerca de 10% da população ucraniana, equivalente à parcela estimada do país que se declara adepta da IGCU.

Por outro lado, a Igreja Ortodoxa da Ucrânia (IOU), que é a maior do país, continuará seguindo o calendário juliano. Mas isso, observou Shevchuk, também pode mudar em breve. Ele observou que discutiu a possibilidade com a IOU em 2022, mas não indicou a posição do metropolita ortodoxo ucraniano sobre o assunto.

Segundo The Pillar, Shevchuk declarou a respeito:

“Estamos caminhando rumo ao mesmo objetivo, mas de maneiras diferentes. Decidimos mudar, mas deixando a possibilidade de permanecer no calendário antigo para quem não está preparado. A IOU permite primeiro a mudança para paróquias individuais e só então, como entendemos, o seu conselho episcopal decidirá sobre a reforma do calendário. Ainda não criamos um grupo de trabalho conjunto. Trabalhar juntos nos ajudará a entender um ao outro, mas já percebemos que estamos caminhando para o mesmo objetivo”.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
CristianismoHistóriaIgrejaLiturgia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia