Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Jesus oferece companhia

Amigos caminhando por uma estrada

Sonate | Shutterstock

Pe. Luigi Epicoco - publicado em 16/02/23

Muitas vezes deixamos de reconhecer a graça de Deus que se manifesta no fato de termos alguém perto de nós

Algumas pessoas levaram um cego até Jesus e imploraram que Ele o tocasse. Esta passagem do Evangelho enfatiza uma das coisas mais importantes da nossa fé: se a nossa experiência de Jesus não for tangível, ela será como um discurso de motivação vazio. Tocar significa permitir que a fé impacte a nossa vida não apenas intelectualmente, mas também experiencialmente.

Quem sofre não precisa de explicações – precisa de ajuda real. É isto o que São Marcos destaca: Jesus oferece àquele homem uma experiência.

Diz o Evangelho que Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora da aldeia; quando colocou saliva sobre seus olhos e impôs sobre ele as mãos, perguntou-lhe: “Consegues ver?”. O homem olhou para cima e disse: “Consigo ver as pessoas, mas elas parecem árvores andando”. Então Jesus tornou a impor-lhe as mãos sobre os olhos; ele olhou atentamente e a sua visão foi restaurada, passando a ver com clareza.

A primeira coisa que Jesus oferece àquele homem não é um milagre, mas uma companhia. Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Muitas vezes deixamos de reconhecer a graça de Deus quando ela se manifesta no fato de termos alguém perto de nós, que nos pega pela mão e nos ajuda. Um cristão deve sempre ser capaz de apertar a mão de quem se sente no escuro.

Então Jesus faz um gesto que é quase escandaloso na sua concretude: colocou saliva sobre seus olhos e impôs sobre ele as mãos. Para nós, católicos, essa concretude se encontra nos sacramentos. A Igreja sabe que um aperto de mão não é suficiente. Precisamos de ajuda concreta. Precisamos sentir o poder da graça de Deus em ação. Encontramos tudo isso nos sacramentos.

A cura, no fim das contas, aconteceu em duas etapas – gradualmente. Aliás, todas as mudanças reais são graduais – e, às vezes, as coisas que acontecem rapidamente também terminam rapidamente.

Tags:
EspiritualidadeJesusMilagre
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia