Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

5 crianças santas que não foram mártires

Imagem de São Francisco Marto, uma das crianças santas não mártires da Igreja

Urbex Travel | Shutterstock

Imagem de São Francisco Marto, uma das crianças santas não mártires da Igreja

Cerith Gardiner - publicado em 20/02/23

Na festa dos santos Jacinta e Francisco Marto, recorde mais crianças que viveram em santidade

A Igreja celebra no dia 20 de fevereiro a festa litúrgica de dois dentre os três santos pastorinhos de Fátima: Santa Jacinta e São Francisco Marto. Ambos morreram ainda na infância, diferentemente da terceira pastorinha, irmã Lúcia, que viveu até os 97 anos e, portanto, ainda não foi canonizada.

O dia 20 de fevereiro marca a data de falecimento de Jacinta, aos 9 anos, em 1920, vítima da histórica epidemia de gripe que havia começado a varrer a Europa em 1918. Francisco, por sua vez, havia partido deste mundo em 4 de abril de 1919, aos 10 anos. Ele e a irmãzinha foram as primeiras crianças santas não-mártires da história da Igreja Católica.

De fato, ambos fazem parte de um grupo ainda bem pequeno de crianças santas, oficialmente canonizadas ou beatificadas pela Igreja Católica, mesmo sem terem sido martirizadas em nome da fé.

São crianças cujas breves vidas neste mundo testemunharam extraordinário amor a Deus e cujas mortes refletiram a sua profunda fé n’Ele.

Santos Francisco e Jacinta Marto

A Santíssima Virgem Maria apareceu aos pastorinhos em Fátima, Portugal. Apesar de analfabetos, eles e a prima Lúcia conseguiram convencer as autoridades da veracidade das aparições. Francisco e Jacinta dedicaram suas brevíssimas vidas a Deus e legaram ao mundo grandes exemplos de fé e confiança n’Ele. Após contraírem a assim chamada “gripe espanhola” depois da Primeira Guerra Mundial, os dois irmãos sofreram até a morte, oferecendo a sua dor pela conversão e salvação dos pecadores. Primeiro partiu Francisco, aos 10 anos, e, no ano seguinte, Jacinta, que tinha 9.

Beata Chiara Badano

A estudante italiana Chiara Luce Badano amava Jesus e se alegrava profundamente em servir aos outros. Ela queria dar exemplo com seu próprio comportamento e, quando foi surpreendida por um câncer nos ossos, ofereceu sua dor para sentir-se mais próxima de Jesus. Sua vida se resume em amor a Deus e a todos ao seu redor. Partiu deste mundo aos 18 anos, inspirando todos aqueles que a conheceram e ouviram sua história.

São Domingos Sávio

Desde os 4 anos de idade, este pequeno grande santo, discípulo de São João Bosco, desenvolveu tamanha fé que era ele quem recordava aos pais que era hora de rezar. Ao longo da sua curta vida de apenas 14 anos, Domingos demonstrou enorme devoção e compreendeu a importância de ajudar os outros nas pequenas coisas do dia-a-dia. Depois da primeira comunhão, ele só queria servir a Deus, mesmo sendo uma criança de saúde bastante frágil. É um grande exemplo, para crianças e adultos, de que servir a Deus nas tarefas simples do cotidiano é um caminho reluzente rumo à santidade.

Beato Carlos Acutis

Conhecido como um “ciberapóstolo da Eucaristia”, o jovem italiano Carlo Acutis, beatificado em 2020, é um modelo para a juventude de hoje, tão conectada à internet. Ele combinou a sua paixão pela Eucaristia com os seus conhecimentos de informática para catalogar milagres eucarísticos registrados em todo o planeta. Mesmo sofrendo de leucemia, Carlo conseguiu manter-se alegre e dedicar-se perseverantemente à sua missão. Deus o chamou à eternidade quando Carlo tinha 15 anos.

Tags:
CriançasSantosTestemunho
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia