Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Ucrânia: cerca de 500 edifícios religiosos foram destruídos no último ano

Urkainian church damaged by war

BARANOV OLEKSANDR | Shutterstock

Igreja ucraniana destruída durante a guerra

J-P Mauro - publicado em 24/02/23

Tropas russas também tomaram prédios religiosos para fazê-los de bases militares e postos de comando, aponta relatório  

Um relatório do Institute for Religious Freedom (“Instituto para a Liberdade Religiosa”), uma organização independente de direitos humanos com sede em Kiev, avaliou a destruição de locais religiosos na Ucrânia. O relatório apontou cerca de 500 prédios e locais de culto danificados devido à guerra. Além disso, o número estimado de edifícios que sofreram danos quase dobrou desde o último relatório do IRF, em julho de 2022. 

O relatório destacou que 494 edifícios religiosos foram danificados durante o conflito. Entre eles, estão igrejas cristãs, mesquitas e sinagogas, embora a destruição tenha sido desproporcionalmente direcionada aos cristãos. 

Na divisão por região, a área ocupada de Donetsk ficou no topo da lista, com danos registrados em 120 locais religiosos. A região de Luhansk veio em seguida, com mais de 70 locais de culto destruídos. A capital Kiev teve 70 prédios religiosos danificados. 

Embora o relatório observe que as regiões com os locais religiosos mais danificados tendem a ser aquelas que sofreram mais batalhas, o país inteiro sentiu o poder destrutivo dos ataques aéreos e dos drones. A IRF também destacou que forças russas tomaram prédios religiosos para fazê-los de bases militares e postos de comando. 

Ainda de acordo com o relatório, a Igreja Ortodoxa Ucraniana sofreu o maior dano, com 143 igrejas destruídas. Os ucranianos têm maioria ortodoxa, portanto este grupo tem o maior número de edifícios religiosos.

Ao todo, as comunidades evangélicas perderam 170 igrejas. A Igreja Católica Greco-Ucraniana teve 17 locais de culto destruídos e a Igreja Católica Romana perdeu 12 prédios.

Tags:
GuerraigrejasRússiaUcrânia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia