Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Você sabe o que significa demônio? A resposta do Papa

Jesus combate as tentações do demônio no deserto

Renata Sedmakova | Shutterstock

Afresco retrata Jesus rejeitando o demônio

Kathleen Hattrup - publicado em 01/03/23

O diabo está desempenhando uma missão na nossa vida, alerta Francisco

O Papa Francisco nos exortou a ficar alertas contra a missão do diabo em nossa vida, indicada pela própria Escritura. De fato, o Evangelho deste primeiro domingo da Quaresma nos apresenta Jesus no deserto, tentado pelo demônio (cf. Mt 4, 1-11).

“Demônio” significa “divisor”. O demônio sempre quer criar divisão, e é isso o que ele se propõe a fazer ao tentar Jesus.

A história da palavra demônio provavelmente remonta ao verbo grego daiesthai (“dividir” ou “distribuir”).

Mas dividir de quem?

Na sua reflexão antes do ângelus deste 26 de fevereiro, o Papa especificou o que o diabo tenta dividir:

De quem o diabo quer separar Jesus? Depois de receber o batismo de João no Jordão, Jesus foi chamado pelo Pai de ‘meu Filho amado’ (Mt 3,17), e o Espírito Santo desceu sobre Ele na forma de uma pomba (cf. v. 16). O Evangelho nos apresenta assim as três Pessoas divinas unidas no amor.

O próprio Jesus dirá que veio ao mundo para fazer com que nós também participemos da unidade entre Ele e o Pai (cf. Jo 17,11).

Já o diabo faz o contrário: entra em cena para separar Jesus do Pai e para distraí-lo da sua missão de unidade junto a nós. Ele sempre divide.

Satanás é mais forte do que nós: veja o que fazer

O Santo Padre convidou os fiéis a responderem à tentação de Satanás do mesmo jeito de Jesus: com a Palavra de Deus, evitando discussões com o diabo.

Jesus derrota as tentações. E como Ele as derrota? Evitando discussão com o diabo e respondendo com a Palavra de Deus. Isso é importante: você não pode discutir com o diabo, não pode conversar com o diabo! Jesus o confronta com a Palavra de Deus. Ele cita três frases da Escritura que falam do desapego dos bens (cf. Dt 8,3), da confiança (cf. Dt 6,16) e do serviço a Deus (cf. Dt 6,13); três frases que se opõem à tentação.

Ele nunca dialoga com o diabo, não negocia com ele, mas repele as suas insinuações com as palavras benéficas da Escritura. É um convite para nós também; não se pode derrotá-lo negociando com ele; ele é mais forte do que nós. Derrotamos o diabo ao combatê-lo na fé com a Palavra divina.

Desta forma, Jesus nos ensina a defender a unidade com Deus e entre nós dos ataques do divisor. A Palavra divina é a resposta de Jesus à tentação do diabo.

Tags:
BíbliaDemônioPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia