Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Brasil: Justiça bloqueia bens de bispo

Martelo que simboliza a Justiça

Zolnierek | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 02/03/23

Ele é acusado de receber salários do estado de Sergipe sem trabalhar

Após pedido do Ministério Público, o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), determinou o bloqueio de bens do bispo da Diocese de Itabuna (BA), Dom Carlos Alberto dos Santos.

De acordo com o MP, o bispo é acusado de receber salários de professor da rede estadual de ensino de Sergipe sem trabalhar.

As investigações apontam que, enquanto servia como padre em Sergipe, Carlos Alberto dos Santos também era professor da rede pública do estado. Depois, em 2005, quando tomou posse como bispo diocesano de Teixeira de Freitas, na Bahia, ele mudou-se do estado, mas continuou recebendo os salários de pofessor, mesmo sem comparecer ao local de trabalho. Dom Carlos Alberto dos Santos é bispo de Itabuna, Bahia, desde 2017.

O Ministério Público pede que ele devolva os salários que teria recebido de forma indevida nos últimos anos. O valor total é de aproximadamente R$ 778 mil.

No site da Secretaria de Estado da Educação e Cultura de Sergipe, o nome de Carlos Alberto dos Santos consta como “servidor” lotado no Colégio Estadual Murilo Braga, que fica no município de Itabaiana. O nome está relacionado ao cargo “efetivo e ativo” de professor de educação básica. A data de admissão é 11/11/1983. Entretanto, há registro de uma ocorrência de afastamento sem remuneração por inquérito administrativo datada de 01/03/2019.

A secretaria da Cúria Diocesana de Itabuna informou que pretende se posicionar sobre o assunto nesta sexta-feira, 3 de março.

Tags:
BrasilJustiçaReligiosos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia