Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Igrejas católicas na Áustria não cedem a ameaças e permanecem abertas

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Catedral de Santo Estêvão em Viena

Bwag

John Burger - publicado em 17/03/23

A Catedral de Santo Estêvão em Viena ficou lotada de fiéis, apesar do alerta da polícia

As igrejas católicas na Áustria planejam permanecer abertas, apesar de uma ameaça geral de atos terroristas contra igrejas cristãs.

A polícia de Viena declarou que o país tem indícios de que um ataque com “motivação islamista” havia sido planejado na cidade e que, em decorrência, aumentou o patrulhamento em locais de culto como “medida preventiva”.

Via Twitter, a instituição informou que a população notaria “um número maior de forças policiais em patrulha com equipamentos especiais”, acrescentando que “o motivo é uma ameaça não específica de ataque contra igrejas”.

Michael Prüller, porta-voz da Arquidiocese de Viena, afirmou à agência Associated Press que as igrejas católicas não parecem ser o alvo principal: “Parece que não fomos os principais afetados. Embora tenhamos sido informados pela polícia sobre a ameaça geral, também fomos informados de que não há perigo iminente para os católicos”.

A arquidiocese, portanto, “decidiu manter as igrejas abertas ao público e, no momento, continuar celebrando todas as liturgias conforme planejado”.

A Associated Press informou que a Catedral de Santo Estêvão, no centro de Viena, estava lotada de fiéis e de turistas nesta última quarta-feira. A polícia declarou que, se for identificado um perigo concreto para a população em determinado local, será emitido imediatamente um aviso “por todos os canais disponíveis”.

Segundo a mídia local, a comunidade cristã síria poderia ser o principal alvo do ataque.

A Associated Press também registrou que, em 2020, um homem que tentou se juntar ao grupo terrorista Estado Islâmico perpetrou um ataque em Viena, armado com um rifle automático e um falso colete explosivo. Ele matou quatro pessoas antes de ser morto pela polícia.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
IgrejaPerseguiçãoTerrorismo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia