Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Professora adota aluno com síndrome de Down: “não tinha ninguém para cuidar dele”

Nauczycielka ze Stanów Zjednoczonych adoptowała ucznia z zespołem Downa

Kerry Petkewich Bremer | Facebook

Anna Gębalska-Berekets - publicado em 23/03/23

"Ele precisava de um lar", disse a professora que acolheu o menino depois que a mãe dele morreu de câncer

Uma pessoa pode mudar nossas vidas para sempre. Jake, de 14 anos e com síndrome de Down, sabe bem disso: quando sua mãe morreu de câncer de mama, a professora dele o acolheu na casa dela.

A história é a seguinte: quando descobriu que estava com câncer, Jean Manning mudou-se para Massachusetts, Estados Unidos, com seu filho Jake, em busca de um tratamento contra o tumor. Ela matriculou seu filho adolescente na escola onde Kerry Bremer era professora de crianças com necessidades especiais.

Kerry lembra que, quando conheceu Jake, sabia que ele era, realmente, um garoto muito especial. “Ele costumava pular e fingir que era o Batman. Ele era cheio de energia. Era um o garoto muito doce, que olhava nos teus olhos e dizia que te amava”, diz ela.

A professora e a mãe de Jake tornaram amigas. Um dia, Jean contou para a nova amiga sobre sua doença. Embora Kerry já tivesse três filhos, ela não conseguia suportar a ideia de Jake ser deixado sozinho se a mãe morresse. “Ele não tinha ninguém para cuidar dele”, diz ela.

Kerry lembra: “Um dia, liguei para Jean e disse: Se você precisar de ajuda para Jake, minha família está pronta para cuidar dele. E ela respondeu: ‘Vou dormir melhor esta noite”.

“Nosso filho”

A professora queria que o adolescente se sentisse em casa na casa dela. Ela e seu marido montaram um quarto e o mobiliaram especialmente para Jake. “Eu queria que ele não se sentisse sozinho”. Nós o convidávamos para festinhas e comemorávamos juntos. Jean começou a se referir a Jake como ‘nosso filho’. Deve ter sido muito difícil para ela, porque ela sabia que iria partir em breve”, recorda Kerry.

Os Bremers passaram muitos fins de semana com o adolescente e sua mãe, e se tornaram muito próximos. “Lamento muito que Jake não tenha uma mãe que esteja com ele para o resto de sua vida”. Mas estou muito grata por ela ter confiado em nós para acolhê-lo e que podemos compartilhar nossa casa com ele”, enfatiza Kerry.

“Minha mãe está no céu”

A morte de Jean veio como um grande choque para o adolescente, mas agora ele entende que sua mãe está no céu com Deus e suas tias. Ele sabe que nunca mais a verá novamente. Jake a chama de “Rainha dos Anjos”. “Minha mãe está no céu e estará sempre no meu coração”, diz ele.

A história dessa professora e seu quarto filho tocou os internautas do mundo inteiro. Leia apenas alguns dos comentários que as pessoas escreveram sobre ela nas mídias sociais:

“Uma pessoa grande com um grande coração. As pessoas com síndrome de Down são maravilhosas. Desejo-lhes sorte.”

“Que Deus esteja sempre com vocês”.

“Que Deus abençõe e guarde esta bela criança”.

“Desejo que existam mais pessoas como esta professora no mundo”.

Tags:
CâncerFamíliaSíndrome de downsolidariedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia