Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

A foto do Papa de jaqueta branca e o uso ético da inteligência artificial

Pape François, Manteau, Intelligence artificielle

Midjourney

Ricardo Sanches - publicado em 28/03/23

Sem se referir à foto, Francisco falou que a inteligência artificial é de grande ajuda para a humanidade, mas seu avanço requer ética e diálogo

Uma imagem se tornou viral em todo o planeta no último fim de semana. A foto mostra o Papa Francisco usando uma jaqueta branca estilo “oversized”- muito comum entre os rappers e celebridades.

Compartilhada milhares de vezes nas redes sociais, a imagem, por um momento, deixou até os veículos de comunicação mais sérios na dúvida: era falsa ou não? Mas logo veio a informação: trata-se de uma montagem construída a partir de um programa de inteligência artificial, o Midjourney.

Papa fala sobre a importância da tecnologia

Coincidentemente, um dia após a imagem do Papa de jaqueta branca viralizar, o Pontífice recebeu em audiência no Vaticano os participantes dos “Minerva Dialogues”. O encontro anual é promovido pelo Dicastério para a Cultura e a Educação.

Na reunião com o grupo formado por cientistas, engenheiros, empresários, juristas, filósofos e representantes da Igreja, Francisco não se referiu à imagem que correu o mundo através das redes sociais. Em seu discurso, entretanto, o Santo Padre falou sobre a importância da tecnologia para o avanço da humanidade.

A tecnologia é de grande ajuda para a humanidade. Pensemos nos inúmeros avanços nos campos da medicina, engenharia e comunicações. E enquanto reconhecemos os benefícios da ciência e da tecnologia, vemos neles uma prova da criatividade do ser humano e da nobreza de sua vocação para participar responsavelmente da ação criativa de Deus”, explicou o Pontífice.

O uso ético da inteligência artificial

Francisco também deixou claro que o desenvolvimento das tecnologias de inteligência artificial deve levar em conta o cuidado e a atenção, prezando sempre pela ética.

“Estou convencido de que o desenvolvimento da inteligência artificial e da aprendizagem de máquinas tem o potencial de contribuir de forma positiva para o futuro da humanidade; não podemos descartar isso. Ao mesmo tempo, estou certo de que este potencial só será realizado se houver um compromisso constante e consistente por parte daqueles que desenvolvem estas tecnologias para agir de forma ética e responsável. É reconfortante saber que muitas pessoas nestes campos estão trabalhando para garantir que a tecnologia permaneça centrada no ser humano, eticamente fundamentada e voltada para o bem”.

Tecnologia e desigualdade social

O Papa Francisco ainda externou aos participantes do encontro a sua preocupação sobre o impacto social das novas tecnologias. Disse ele:

“Perguntamos: nossas instituições nacionais e internacionais são capazes de responsabilizar as empresas de tecnologia pelo impacto social e cultural de seus produtos? Existe o risco de que a crescente desigualdade possa minar nosso senso de solidariedade humana e social? Poderíamos perder nosso senso de destino compartilhado? Na realidade, nosso objetivo é que o crescimento da inovação científica e tecnológica seja acompanhado por uma maior igualdade e inclusão social”.

Inteligência artificial e diálogo

No encerramento do seu discurso, o Papa Francisco falou que somente uma coisa é capaz de garantir que o avanço da inteligência artificial esteja, de fato, a serviço do homem:

“Somente formas verdadeiramente inclusivas de diálogo podem nos permitir discernir sabiamente como colocar a inteligência artificial e as tecnologias digitais a serviço da família humana”.

Tags:
InternetPapa Franciscotecnologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia