Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Praticando a caridade no supermercado: 3 hábitos irritantes a serem substituídos

Homem no supermercado

Daria Chichkareva - Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 28/03/23

O amor ao próximo se pratica também nas circunstâncias corriqueiras e cotidianas, como no trânsito, nas filas, em família, no trabalho, no lazer, no mercado…

A caridade católica consiste essencialmente em amar o próximo como a nós mesmos por amor a Deus, vendo em cada pessoa a presença do próprio Deus e, portanto, uma dignidade intrínseca a ser respeitada com delicada gentileza em todas as ocasiões.

É comum pensarmos na caridade cristã com certa solenidade, como em atos heroicos e tocantes de ajuda aos necessitados, mas este é somente um dos aspectos do amor fraterno. A caridade cristã é uma atitude permanente de enxergar a Cristo em todas as pessoas e tratá-las com a deferência que se deve a cada filho de Deus.

E isto se aplica também às circunstâncias corriqueiras e cotidianas, como no trânsito, nas filas, em família, no trabalho, no lazer, no mercado…

Aqui vão três sugestões de possíveis maus hábitos para eliminarmos especificamente durante as idas ao supermercado, com o propósito de estarmos sempre atentos a tratar o próximo com mais atenção e cuidado consciente. Isso nos ajudará a aprimorar cada vez mais a postura constante de caridade em todos os lugares e para com todas as pessoas.

Bom hábito 1 | Não sair da fila do caixa para buscar outros produtos

Pode acontecer de já estarmos sendo atendidos no caixa, ou prestes a isso, quando nos lembramos de algum item que faltou no carrinho. E também acontece de irmos buscar esse item e deixar o operador de caixa nos esperando, além de obrigarmos outros clientes a aguardar mais tempo na fila até voltarmos com o produto que tínhamos esquecido. Essa uma atitude de desleixo é prejudicial para o profissional que está operando o caixa, para os outros clientes e para nós mesmos: revela falta de atenção e de planejamento e, como consequência, afeta outras pessoas em decorrência da nossa falta de organização. A falta de consideração pode ser ainda pior quando propositalmente entramos na fila do caixa para “guardar lugar” e depois saímos para buscar mais itens.

O hábito positivo a ser trabalhado é o de colocar no carrinho todos os produtos antes de entrar na fila do caixa. Isto exigirá atenção e disciplina de sua parte para fazer as compras com o devido planejamento – evitando, inclusive, as compras desnecessárias e por impulso. Além disso, uma vez que você entrou na fila do caixa, você assume o compromisso de respeitar o tempo dos outros – e caso se dê conta de que esqueceu de algo que não é urgente, faça o ato de abnegação de deixar para a próxima vez, em respeito às outras pessoas e como “pequena punição” a si próprio pela desorganização.

Bom hábito 2 | Não bloquear os corredores com seu carrinho de compras

Em geral, os corredores dos supermercados não são largos o suficiente para que vários carrinhos fiquem estacionados displicentemente – muito menos em dias movimentados, quando há muitos clientes fazendo suas compras.

Um bom gesto de consideração para com as pessoas é manter o seu carrinho sempre fora do trajeto delas. Se você precisar parar no corredor, pode deixar o carrinho em um dos lados, mantendo a passagem desobstruída para os demais clientes.

Bom hábito 3 | Não devolver produtos fora do lugar correto nas prateleiras

Acontece de colocarmos um produto no carrinho e depois desistirmos de levá-lo. E também pode ocorrer que, por preguiça de voltar até a prateleira da qual o tínhamos retirado, optemos por deixá-lo em qualquer outra prateleira, esperando que algum funcionário perceba o item fora de lugar e o recoloque onde nós mesmos deveríamos tê-lo recolocado.

Essa atitude desleixada pode provocar problemas para outros clientes, como confusões com o preço ou até com o próprio item, levando à compra do produto errado ou, no mínimo, à perda de tempo de outras pessoas.

Se você desistir de um item depois de tê-lo colocado no carrinho, significa primeiramente que não fez um planejamento adequado das compras: este pode ser o primeiro mau hábito a ser substituído pelo bom hábito de fazer uma lista objetiva de compras antes de sair de casa. E se por qualquer razão você de fato precisar mudar o planejamento e devolver um item, busque praticar a gentileza de recolocá-lo no devido lugar.

São pequenas ações que parecem de pouca relevância à primeira vista, mas, no conjunto, são bons hábitos conscientes que não apenas tornam melhor a vida dos outros: eles também tornam melhores a nós próprios.

Tags:
CaridadeEducaçãoSociedadeVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia