Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Como estão as obras na Notre Dame de Paris após 4 anos do incêndio

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
notre-dame2

© David Bordes / Etablissement public Rebâtir Notre-Dame de Paris

#image_title

Marie-Laure Castelnau - publicado em 18/04/23

Cerca de mil pessoas estão mobilizadas na histórica restauração desta obra-prima da arte gótica

Quatro anos já se passaram desde que as chamas devastaram a catedral de Notre Dame de Paris. E, há quatro anos, centenas de homens e mulheres trabalham na sua reconstrução. 

Hoje, cerca de 1.000 pessoas, entre construtores, artesãos e supervisores, estão mobilizadas na histórica restauração desta obra-prima da arte gótica. Mas, a menos de dois anos da reabertura de Notre Dame, prevista para dezembro de 2024, em que pé estão as obras?”

“Depois de dois anos dedicados à regularização do edifício, aos estudos de projeto e após a preparação e adjudicação de concursos, as obras de restauro estão a todo o vapor”, garantiu à equipe da Aleteia na França o General Jean-Louis Georgelin, representante especial do Presidente da República e responsável pelas obras na catedral.

Três tipos principais de trabalho estão em andamento. Na catedral, a limpeza e restauro das decorações pintadas, num total de 42.000 m2, estão bastante avançadas. Os andaimes foram desmontados e agora já é possível conferir toda a beleza e riqueza dos volumes interiores restaurados. Resta terminar o recinto do coro, obra-prima esculpida do século XIV. 

O canteiro de obras da Notre Dame

Ao mesmo tempo, o grande órgão, cuja remoção foi concluída em novembro de 2020, já foi limpo e restaurado. Ele está sendo remontado. Os 8.000 tubos do instrumento, o maior da França, serão remontados um a um. 

Os 39 vitrais também estão sendo limpos e restaurados. Eles foram retirados da catedral devido às condicionantes da obra e levados para nove oficinas de mestres vidraceiros na França. Os dos vãos altos da nave e do coro foram instalados entre abril e maio de 2019, enquanto os dos vãos altos do transepto e os da sacristia foram recolocados entre abril e julho de 2022. Todos, em breve, reencontrarão o seu lugar. 

A restauração da alvenaria desmoronada e das abóbadas também avançou bem. Em dezembro de 2022, os pedreiros fecharam a primeira abóbada colapsada do transepto norte e terminaram de remontar os arcos diagonais e o óculo da abóbada do cruzeiro do transepto. Restam apenas as da nave e do coro, ainda em reconstrução. Ele será concluído até o final do ano.

NOTRE DAME DE PARIS FLECHE
Montagem da torre da catedral de Notre Dame.

Por fim, estão em andamento os trabalhos de restauração da torre Viollet-le-Duc e das estruturas completamente destruídas, tanto na Ile de la Cité quanto na oficina. A torre de 15 metros de comprimento por 13 de largura foi entregue no final de março. 

“A torre é o verdadeiro símbolo da reconstrução da catedral”, diz o general Jean-Louis Georgelin. “Hoje, no quarto aniversário do incêndio, completaremos a primeira etapa de sua remontagem. Para todos, será uma grande alegria. É um sinal tangível de que estamos realmente nos aproximando da reabertura de Notre-Dame, em dezembro de 2024. Os franceses, peregrinos e visitantes de todo o mundo encontrarão, então, a catedral que amam, totalmente restaurada”, finalizou o general.

Veja um pouco do andamento das obras na catedral de Notre Dame na galeria abaixo.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
ArteHistóriaigrejasViagem
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia