Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Hungria: o Papa vai a um lugar onde sopram “os ventos gelados da guerra”

Papa Francisco sorrindo

Antoine Mekary | ALETEIA

#image_title

I. Media - publicado em 25/04/23

Por outro lado, o Papa Francisco expressou sua alegria por encontrar "uma Igreja e um povo que lhe são queridos". Veja aqui:

No final do Regina Caeli recitado no domingo na Praça de São Pedro, o Papa Francisco falou sobre a viagem de três dias que fará de 28 a 30 de abril a Budapeste, na Hungria. Será “uma viagem ao centro da Europa, sobre a qual os ventos gelados da guerra continuam a soprar”, anunciou ele, pedindo mais uma vez orações pela vizinha Ucrânia.

O pontífice destacou o desafio do “deslocamento de tantas pessoas” que fogem da guerra atualmente. Embora a Hungria tenha acolhido quase um milhão de refugiados desde o início do conflito, de acordo com seu governo, o Papa enfatizou as “questões humanitárias urgentes” colocadas pela guerra.

Um povo querido pelo Papa

O Papa Francisco lembrou que já havia visitado a Hungria muito brevemente em setembro de 2021, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional, e expressou sua alegria por encontrar “uma Igreja e um povo que lhe são queridos”.

Apresentando-se como um “peregrino, amigo e irmão de todos”, o Pontífice explicou que se encontraria com as autoridades, os bispos, os sacerdotes, os religiosos, os jovens, os estudantes e os pobres da Hungria durante essa nova viagem.

Agradecendo àqueles que estão se preparando para sua visita, ele pediu a todos os cristãos que rezem por ele durante essa jornada.

Tags:
GuerraPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia