Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O papel da fé, segundo a neurociência

BRAIN

Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 02/05/23

A crença em um algo que transcende o que enxergamos pode ajudar as pessoas a encontrar significado e propósito em suas vidas, o que leva, automaticamente, a uma melhor saúde mental e emocional

A fé é um tema que tem fascinado os seres humanos há milhares de anos. Desde os primórdios da civilização, é um elemento central nas culturas e religiões do mundo. A ciência, por sua vez, tem procurado entender sua natureza e como ela afeta o comportamento humano. Nas últimas décadas, a neurociência tem se mostrado uma ferramenta valiosa para entender a relação entre a fé e o cérebro humano.

Uma das principais descobertas da neurociência é que a fé está relacionada a áreas específicas do cérebro. Estudos de neuroimagem mostram que, quando as pessoas se engajam em práticas de fé (como a oração, por exemplo), áreas do cérebro associadas à emoção, à cognição e à percepção são ativadas. Isso sugere que a fé pode ser vista como uma forma de atividade cerebral, uma atividade que pode ser rastreada e estudada cientificamente.

3d rendering of a brain
Quando as pessoas se engajam em práticas de fé, áreas do cérebro associadas à emoção, à cognição e à percepção são ativadas.

Fé e saúde mental

Outra descoberta importante é que a fé pode melhorar de forma significativa a saúde mental e física das pessoas. Estudos revelam que a prática da fé pode estar associada a um menor risco de depressão, ansiedade e outros problemas de saúde mental. Além disso, a fé pode ter efeitos positivos na saúde física, como uma menor probabilidade de doenças cardíacas, pressão arterial mais baixa e um sistema imunológico mais forte. Embora não esteja claro exatamente como a fé afeta esses aspectos da saúde, há evidências de seus efeitos significativos.

Além disso, a fé pode afetar a maneira como as pessoas processam informações e tomam decisões. Pesquisas mostram que indivíduos que possuem fé tendem a ser menos propensos a tomar riscos e a ter uma perspectiva mais positiva da vida, mesmo em situações mais difíceis. 

Significado e propósito

A crença em um algo que transcende o que enxergamos no mundo pode ajudar as pessoas a encontrar significado e propósito em suas vidas, o que leva, automaticamente, a uma melhor saúde mental e emocional. 

Enfim, a vida e todos os sofrimentos contidos nela só podem ser suportados se tivermos fé em alguma coisa. Fé é quando o ordinário se torna suficiente. Fé é acreditar que absolutamente tudo pode ser suportado e até superado – se não tivermos medo de acreditar em algo que transcenda o que os nossos olhos e nossa razão podem ver. 

Quer ter acesso a mais conteúdos como esse? Siga a psicóloga Talita Rodrigues no Instagram

Tags:
CiênciaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia